Minhas séries favoritas

Em 27.06.2015   Arquivado em Na tela

series

Hoje em dia não gostar de séries é viver em outro universo, vamos combinar, né? Até porque não tem como. Você acaba assistindo um episódio sem querer e pronto, está amaldiçoado a continuar a assistir porque você quer saber o que vai acontecer de qualquer jeito!

E como eu ando cada vez mais viciada nesses pedaços do céu, resolvi compartilhar as séries que eu mais gosto! Além disso, são ótimas dicas para o fim de semana! Bora ver?

 

Pretty Little Liars

PLL_season_4

Pra quem ainda não conhece, Pretty Little Liars conta a história de quatro amigas: Aria, Hanna, Spencer e Emily. A amizade delas acaba logo após o sumiço misterioso de Alison, a Queen Bee da parada.

O corpo de Alison é encontrado um ano após o seu desaparecimento e desencadeia vários acontecimentos que culminam na reaproximação das garotas. Elas começam a receber mensagens anônimas e ameaçadoras assinadas por “A”.

A série já está na sua 6ª temporada e me matando do coração, gente! 🙁 Who’s the fucking –A?

 

The Vampire Diaries

TVD

Confesso que tinha uma grande aversão a essa coisa de vampiros e coisa e tal porque não sou muito fã de Crepúsculo (NÃO ME MATEM). Mas depois que assisti o primeiro episódio de TVD… DEU RUIM! Não consegui, gente, é bão demais!

A série conta a história de Elena Gilbert, uma garota que aos 17 anos perdeu os pais em um acidente de carro. Após quatro meses, ela e seu irmão Jeremy ainda estão sofrendo com o luto.

Elena, que sempre foi a garota mais popular e conhecida da escola, agora se sente deslocada. Porém, a coisa muda quando ela conhece o charmoso e misterioso Stefan Salvatore, seu novo colega de sala. Os dois acabam se apaixonando, e Elena nem sonha que seu novo namorado é um vampiro com mais de cem anos de idade! E a tensão aumenta ainda mais quando o irmão mais velho de Stefan aparece na cidade, o sedutor Damon Salvatore. Diferente de Stefan, Damon é a maldade em pessoa. Até conhecer… Elena! Nem preciso contar mais nada, né? *-*

 

Finding Carter

FindingCarter

Descobri essa série faz pouquíssimo tempo e já viciei TOTAL!

Já imaginou descobrir que você na verdade não é você? Pois é! A vida de Carter vira de cabeça pra baixo quando ela descobre que seu nome verdadeiro é Linden e a sua mãe simplesmente não é sua mãe, mas sim sua sequestradora que a roubou de sua família quando ela era apenas um bebê. Carter retorna à sua verdadeira família e tenta redescobrir a vida enquanto sua sequestradora é caçada pela polícia.

Embora pareça uma história que não tem pra onde ir, você acaba se surpreendendo, porque apesar  da Carter viver em uma mentira, ela tinha uma vida completamente normal, cheia de amigos, festas e uma mãe incrível. Agora ela precisa aprender a lidar e amar a sua nova família!

A segunda temporada já começou e eu estou freakin’ out com cada episódio que sai!

 

American Horror Story – Murder House

AHS

Pra quem acha que AHS é mais um clichê de terror está MUITÍSSIMO enganado! Aposto que é diferente de tudo que já viu!

Após uma relação extraconjugal, o terapeuta Bem Harmon decide se mudar de Boston com sua mulher Vivien e a filha Violet para salvar seu casamento. A família Harmon se muda para uma velha mansão de Los Angeles.

Logo que chegam, percebem que não é só a aparência do novo lar que é peculiar, mas todos que a frequentam também. Entre os personagens, há Moira, a empregada que prestou serviços a quase todos os ex-moradores da mansão; Constance, uma vizinha intrometida; e Larry, um homem que possui 50% de seu corpo queimado. E para desespero de Ben, a filha Violet se envolve com Tate, um de seus pacientes, que ele acredita ter tendências homicidas. Paralelamente, a família vai percebendo que a casa é um ambiente sobrenatural e cheio de mistérios. Arrepiei!

 

Hellcats

hellcats

Inicialmente, o que me chamou a atenção nessa série foi Cheerleading, líderes de torcida e tudo mais. Adoro esse tipo de coisa! E confesso que quando comecei a assistir, imaginei que seria algo bem clichê a la High School Musical (nada contra). BUT, what a surprise!

Hellcats conta a história de Marti, uma pré-estudante de direito da Lancer University que acaba perdendo a sua bolsa de estudos e precisa garantir sua vaga na faculdade. Ela descobre que as líderes de torcida da universidade ganham bolsa de estudos, então ingressa na equipe. A loira acaba conhecendo um novo mundo que julgava fútil e acaba se apaixonando pela coisa!

Além disso, a série também trata da política e da corrupção ao redor do time de futebol americano da universidade. Vale super a pena!

 

The Originals

The Originals

Pra quem acompanha The Vampire Diaries, conhece família maravilhosa, apaixonante e estripadora. The Originals é um spin-off* de TVD. A família Mikaelson ganhou tanto espaço, que precisaram de uma série própria. Achei a ideia super legal, pois é a oportunidade perfeita para conhecer a fundo a história da família que originou os primeiros vampiros da história (da série, ok?).

Os Mikaelson são formados por Klaus, Elijah, Rebekah, Kol e Finn (os últimos dois são falecidos). Eles saíram de The Vampire Diaries depois que o híbrido Klaus engravidou a loba Hayley, e cria-se uma esperança de que uma criança seria capaz de mudá-lo, já que ele é um monstro sem limites ou escrúpulos.

Todo mundo acaba migrando para New Orleans, que na série, é a cidade que Klaus criou há não sei quantos séculos atrás. Porém, ao chegarem lá, descobrem que a cidade foi tomada por um de seus “filhos transformados”, Marcel. Aí a coisa fica feia, porque Marcel botou a banca e transformou a cidade num verdadeiro antro para os vampiros. Lá, os seres da noite mandam e desmandam. Sentiram o drama?

 

Faking It

FakingIt

Me julguem, assisto mesmo, e daí?

Comecei a assistir Faking It por acaso na MTV, e a história meio que me interessou, por mais bizarra que fosse. Procurei os episódios para assistir e simplesmente não larguei mais.

Karma e Amy são melhores amigas desde sempre, mas nunca foram populares na escola. Embora isso nunca tivesse importado para Amy, Karma sentia necessidade de que algo mudasse naquele ano. Ambas foram convidadas para a festa de Shane, uma das pessoas mais populares do colégio e super defensor dos direitos dos homossexuais, já que ele mesmo é um.

Na festa, Shane acaba entendendo tudo errado e acaba espalhando para toda a escola que Amy e Karma namoram. SIM, isso mesmo!

As duas ficam passadas com a história, mas ao perceber que aquilo fez com que as duas se destacassem entre o pessoal, Karma decide pedir para a amiga que continuem com a farsa. IMAGINEM A CONFUSÃO QUE ESSA BAGAÇA NÃO DÁ! Gente, só risadas com essa série.

 

Bom, essas são as séries que estou acompanhando no momento. O que acharam?

AH, ainda tenho uma lista para começar a assistir. Alguma sugestão? Fala aê!

7 celebridades que eu casaria

Em 19.06.2015   Arquivado em Off topic

7celebridades

Quem nunca sonhou em casar com aquele cara famoso, rico, lindo e maravilhoso não sabe o que é sonhar alto, não é mesmo?

Ilusão, maluquice ou fetiche, euzinha aqui resolvi brincar com esse meme do Rotaroots* e expor as 7 celebridades com quem eu me casaria e que fazem o meu ~turu turu~ bater quando passam.

MAS PODEM TIRAR O OLHO QUE SÃO TODOS MEUS. [/fazendoalouca]

 

Ed Sheeran

EdSheeran

Não poderia começar essa lista sem que o meu ruivo fosse o primeiro, né, galere? Invejosos dirão que ele é feio ou gordo, mas eu não ligo. Eu simplesmente me apaixonei por esse cara desde a primeira vez que eu ouvi a voz dele, e não tem jeito, ele roubou meu coração. O jeitinho tímido e a sensibilidade dele simplesmente me fazem delirar. Eu daria um rim tudo para ser a musa inspiradora das letras que ele escreve tão maravilhosamente bem, sem mais.

 

Tom Felton

TomFelton

Deu pra perceber que tenho um certo gostinho por britânicos, né? Esse sotaque é simplesmente apaixonante, e…. Parei, juro. Além de queda por britânicos, também desenvolvi precipícios por vilões ao longo desses anos, e o Draco Malfoy é o vilão da minha VIDA. Apesar de ele não ter tanto desenvolvimento nos livros por não ser o personagem central, fui me apaixonando por ele aos poucos, principalmente depois de começar a ler fanfics (se não sabe o que é fanfic, faz a egípcia e lê esse post aqui). E é claro que se não fosse pelo Tom Felton, esse amor não teria crescido mais ainda. Foi ele quem deu vida e cara (uma bem linda, por sinal) ao meu Draco.

Além de ótimo ator, Tom é super divertido e fofo. Sigo ele no Instagram e me apaixono mais e mais. Morro de inveja da namorada dele, genxteee! T-T

 

Maurício Destri

MaurícioDestri

PODE JULGAR PORQUE EU NEM LIGO! A coisa FOFA do Maurício me conquistou na pele do Benjamin, da novela I ♥ Paraisópolis. É a única celebridade brasileira da minha lista, então merece muito respeito.

Olhei pra ele e simplesmente não consegui mais. Ele tem um olhar profundo que parece que ele lê até a sua alma, senhorrrr. Aí eu comecei a seguí-lo no Instagram e amei mais ainda. Ele é cheio de espiritualidade, de bons sentimentos… É muito mais que esses olhos verdes sedutoramente sedutores, acredite!

 

Ian Somerhalder

IanSomerhalder

Falando em olhos sedutoramente sedutores… O que é esse Ian, pessoas? Não dá, cara. Já tentei, mas não consigo não derramar meio litro de baba toda vez que vejo uma foto deste ser. Fica difícil dizer se eu sou apaixonada pela maldade do Damon ou pela bondade do Ian. Além de gato (porque pra ele não basta só a beleza, né), ele é super envolvido com vários trabalhos voltados a caridade e ao cuidado com os animais. Não dá vontade de adotar, desse jeito? Ai, Nina… Olha o que você perdeu, menine.

 

Logan Lerman

LoganLerman

Esse é o mais novinho da minha top 7, mas isso não significa absolutamente nada, porque o Logan tem um espaço super bem ocupado no meu coração. Acho que posso falar de todos aqui quando digo que escolhi uns caras não só gatos, mas pessoas super profissionais no que fazem. O Logan não conquistou só o meu ~turu turu~, mas meu intelecto também pelo nível de atuação. Ele dá um show como Charlie em “As Vantagens de Ser Invisível”. Pra quem não sabe, esse é um personagem bem complexo, e ele soube retratar muito bem isso. Não bastasse esse papel maravilhoso… Derruba forninhos ao lado de Brad Pitt em “Fury”. Fica difícil não amar, não querer casar… Aliás, nosso casamento já está marcado, viu, gente?

 

Andrew Garfield

AndrewGarfield

Agora abram alas para o Homem-Aranha mais mara do mundo! (Sim, sou #TeamAndrew, sorry Tobey McGuire!). Apesar dessa carinha de bebê, Andrew já tem seus 31 anos bem vividos (e bota bem vividos nisso, né, galera?). Acho ele mega engraçado e cheio de doçura. E pra quem acha que o meu gato é só conhecido por ser o perfeito “Amazing Spider Man”, está muitíssimo enganado! Garfield já esteve na pele do empreendedor brasileiro e cofundador do Facebook, Eduardo Saverin, no filme “A Rede Social”. E só pra variar, arrebentou aquele tantão.

Além disso, tenho uma inveja DANADA da Emma Stone, de estar com um cara como esse. Af, parabéns, amigaaa!

 

Dylan O’Brien

DylanObrien

Por último, mas não menos casável, o cara que entrou para o time dos gatchenhos de Hollywood tem pouco tempo, meu querido e eterno Stiles Stilinski. O lado engraçado dele me conquistou no primeiro momento, e acho que isso é um dos pontos mais importantes. Pra quem não sabe, Dylan foi descoberto por causa do Youtube, onde produzia vários vídeos humorísticos. Mais pontos comigo, O’Brien! Aposto que eu viveria com um sorrisão ao lado dele. <3

 

E aí, people? O que acharam da minha top 7? Conta aqui, conta!

 

*O Rotaroots é um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

TAG: Os melhores personagens #2

Em 20.05.2015   Arquivado em Na tela

 

DamonS

Continuando a querida tag daqueles personagens que fazem das nossas vidas mais coloridas, alegres e melhores a cada dia, dessa vez eu escolhi um que além de ser a perfeição em carne, osso e sangue… É o rei do sarcasmo e um don juan incompreendido.

Senhoras e senhores, com vocês… Damon Salvatore, de The Vampire Diaries.

Não precisa nem acompanhar a série. Com certeza você já viu esse deus grego em algum momento das suas andanças pelas internet. E se você não se apaixonou por esse pedaço de mau caminho, algo está muito errado, e eu falo sério.

O Damon é um dos personagens principais da série. É um vampiro de mais de 170 anos que retorna à cidade de Mystic Falls. Diferente de seu irmão mais novo, Stefan, Damon é um vampiro sedento por sangue humano. Usa da sua beleza e charme para atrair suas vítimas. Seu sarcasmo e seu humor negro fazem dele um personagem que traz um alívio cômico em alguns momentos da trama.

Pra quem não sabe, ele o Stefan acabam entrando num triângulo amoroso onde disputam o amor de Elena, uma garotchenha humana que fez o favor de sair da série e cagar tudo (se não sabe do que eu tô falando, clique aqui). Enquanto o Stefan é aquele príncipe vampírico que todas as menininhas sonham pra vida, o Damon vai contra tudo isso. É irreverente, maldoso, imponente e a grosso modo, sem caráter. Mas quando o assunto é a Elena e tudo o que a rodeia… Esse monstro se transforma. No final, o dia sempre é salvo graças a Damon Salvatore!

Bom… Sou meio suspeita para falar porque tenho precipícios por vilões, mas te darei uma listinha básica do “porque amar Damon”:

1. Sabe como chegar com estilo;

damon14

 

2. Sabe que é gato;

damon8

3. É dono dos melhores comentários

damon5

4. Com ele não tem meias-palavras

damon6

5. Tem as melhores caretas

damon9

6. É um ótimo dançarino *¬*

damon11

7. Atua como vela nas horas vagas

damon12

8. Só tem olhos pra uma única pessoa no mundo (mesmo que ela não mereça);

damon10

9. É fofo quando ninguém tá olhando;

damon1

10. E sabe se declarar como ninguém!

damon13

Tá bom ou quer mais?

damon3

O que acha do Damon, hm, hm? Melhor: fala pra tia qual personagem você gostaria de ver retratado aqui, fala?

Resenha: A Menina Mais Fria de Coldtown

Em 12.05.2015   Arquivado em Livros

 

AMeninaMaisFria

Procurando um livro mais sombrio? Então vocês estão no lugar certo, champs! 🙂

Convido vocês para se aventurar no mundo de Holly Black, em A Menina Mais Fria de Coldtown. O livro é um dos meus favoritos, e conta a história de Tana, uma garota de 17 anos que vive num lugar um tanto quanto… Diferente. Muros separam a sua cidade de vampiros que vivem em isolamento perpétuo com outros seres humanos que servem de alimento para os predadores. Esses lugares se chamam Coldtowns. Uma vez que você ultrapassa os portões de uma Coldtown, nunca mais poderá sair.

Pois bem! A nossa história começa com algo bem sangrento, quando Tana acorda em uma casa na qual aconteceu uma enorme festa e descobre que todos os seus amigos presentes estão mortos. Ela, seu ex-namorado infectado Aidan, e Gavriel, um rapaz misterioso, são os únicos sobreviventes do massacre.

Tanto Aidan quanto Gavriel estão amarrados e Tana precisa correr contra o tempo para salvá-los, pois os vampiros que realizaram a carnificina estão sedentos para entrar no cômodo em que estão, e faltam poucas horas para o anoitecer. A garota descobre que o rapaz misterioso, é na verdade um vampiro, e que os outros estão atrás dele.

Desesperada, ela salva Gavriel e Aidan, mas em meio a fuga, ela também acaba sendo “mordida”, e corre o risco de se transformar em vampira dentro de 72 horas. Não tendo escolha, sabendo que correm perigo e Aidan está infectado, o que significa que em breve será um vampiro, Tana decide guiar seu pequeno grupo para uma Coldtown, onde muitas coisas vão acontecer e eu não vou contar, é claro!

AMeninaMaisFria2

Gente, confesso que nunca li nenhum livro na linha terror. E não é nem pelo fato de eu ter medo (na verdade, eu tenho), mas também porque nunca nenhum livro desse gênero me chamou a atenção como este. O título me instigou no primeiro momento que meus olhos deram de encontro com o livro!

Achei diferente daquela coisa de The Vampire Diaries, True Blood ou Crepúsculo, em que vampiros acabam vivendo sorrateiramente no mundo dos humanos e estão sempre à espreita. No livro de Holly Black, esses seres noturnos só podem viver dentro de Coldtowns. Você começa a se perguntar o que acontece lá dentro e como é a convivência dos vampiros e dos humanos que são obrigados a servirem de comida. E só pra avisar, não tem nenhum vampiro bonzinho à lá Edward ou Stefan, tá, galere? Então se preparem!

WTFCullen

A obra traz uma leitura rápida e instigante que faz você não querer parar de ler para saber o que vai acontecer nessa terra de gente maluca. Fiquei tão curiosa que li esse livro em dois dias! Teve nem graça, people! T-T Depois fiquei sofrendo porque o livro acabou.

Outra coisa que muito me agradou foi a parte gráfica. A cor azul foi o que mais me chamou a atenção (não sei se porque eu amo azul, but…). Fora que em cada divisão de capítulo a autora teve a preocupação de trazer frases super intrigantes e conhecidas que acabavam tendo a ver com o capítulo em si. Ah, e todas as páginas trazem como elemento gráfico manchas de sangue. Gente, A-MEI.

Gostei tanto da história que fui procurar a respeito para descobrir se havia possibilidade de se tornar filme. Fiquei #chateada porque nem vai. PORÉM, NO ENTANTO, TODAVIA, achei dois booktrailers incríveis que conseguiram fazer com que eu me contentasse um pouquinho!

Dá uma bizoiada!

 

E aí, ficaram curiosos? Então não percam tempo e leiam! *-*

 

Você é mais puramente você do que qualquer um que eu conheça. E, se você não consegue mais ver quem é essa pessoa, então se veja da forma como eu o vejo

– A Menina Mais Fria de Coldtown

A Menina Mais Fria de Coldtwon – Primeiro capítulo em PDF

O dia em que a Nina Dobrev me irritou

Em 08.04.2015   Arquivado em Na tela, Off topic

 

ninadobrev

A notícia não é assim tão nova. Fiquei sabendo da parada na última segunda-feira (6), por meio do próprio Instagram da Nina. Estou eu, linda e maravilhosa, olhando as fotos das pessoas que sigo quando me deparo com a imagem acima com um texto dela dizendo que irá sair de The Vampire Diaries.

Fiquei alguns segundos olhando pra postagem, depois de lê-la pelo menos duas vezes. Vocês que estão lendo devem estar pensando que sou uma fã crazy bitch que chora e fica comentando na foto “Se você sair eu, eu me mato!”, ou coisas do tipo. Mas não. Acho que ainda sou uma fã normal, do tipo que gosta de acompanhar as novidades e tudo mais. Por isso deixo claro que usei o caso da Nina apenas como âncora para falar do assunto.

Pois bem, continuando… A única coisa que consegui sentir naquele momento foi, nada mais nada menos… Do que raiva. “Por que raiva? Ela cansou, Nats. Todo mundo cansa.” Ah, eu concordo. Imagino que ser a mesma personagem por seis anos deve cansar mesmo. Às vezes procuramos novos horizontes. Se pessoas não-famosas fazem isso, porque as próprias famosas não podem? Zayn Malik está aí pra não me deixar mentir, cof cof.

O problema, gente… É que quando se é famoso, você carrega uma carga de responsabilidades muito maior. Você se torna uma figura pública, exemplo pra muitos e blablabla. Eu acho uma puta falta de sacanagem. Quando um ator assina uma porcaria de um contrato com uma série, ESPERA-SE que ele fique até o fim da PORCARIA DA SÉRIE. Por que faz isso, gente?

 

tumblr_m6lhemMALu1qzg103o6_400

Quando acompanhamos uma série, nos apegamos aos personagens. Se ele morre porque tem que morrer… Nós (muitas vezes) aceitamos. Agora quando o personagem morre porque o querido ator não se compromete com o trabalho… Ah não. Já é a segunda série que eu acompanho que acontece isso. Desfalca a história e me faz perder o interesse completamente. Crystal Reed (Allison Argent, de Teen Wolf) já me decepcionou. E me fez parar de assistir a série. Agora é a vez de The Vampire Diaries.

E atores… Não caguem mais nas séries por quererem abandoná-las, ok? É feio.

 

PS: Link da postagem da Nina na íntegra

Vilões que odiamos amar

Em 27.03.2015   Arquivado em Na tela

 

vilõesblog

Nem adianta torcer esses narizes, okay? Podem contestar, bater o pé, rolar no chão, mas eu sei que vocês amam as geniosas mentes maléficas que fazem de tudo para derrotar o mocinho daquela série/filme/desenho que vocês assistem. Afinal de contas, o que seria da trama sem nossos vilões?

Ladies and gentleman, chegou o momento da sessão descarrego! O momento em que o coleguinha não vai julgar seu gosto ou sua opinião, pois num mundo democrático e ideal, é assim que as coisas funcionariam. Como pedir que exista respeito no mundo é pedir demais, eu agarantchio que aqui, vocês podem tudo! É hora de deixar a hipocrisia de lado e admitir que vocês amam aquele vilão!

Pra ajudar vocês a se sentirem mais soltos com isso, trouxe alguns dos nossos vilões que já entraram para a história, e outros que precisam de apoio, coitados, pois estão só começando! (Tsc tsc… Amadores).

 

Coringa

Começando com vilões clássicos… Chega a vez do ser mais repugnante, mais psicótico e mais cheio de carga emocional que poderia existir: Coringa, o inimigo número #1 do morcego mais famoso do universo, Batman.

O Coringa é uma criatura cheia de problemas mentais de origens desconhecidas. Há várias teorias sobre como um dos vilões mais populares das HQs surgiu.

Apesar de ser humano e não possuir nenhum superpoder ou conhecimento de artes marciais, o Coringa é considerado um dos vilões mais ameaçadores, porque além de louco e desequilibrado, possui uma grande convergência para a inteligência e o estrategismo. É um mestre da improvisação, o que o possibilita de ter as mais variadas ideias para agredir ou assassinar alguém.

joker1

Sua única motivação é causar dor e morte a outras pessoas, em especial ao Batman. Ele já deixou a Batgirl original (Barbara Gordon) paraplégica, já envenenou a Louis Lane do Superman, quase matou o primeiro e o segundo Robin (Dick Graysson e Jason Todd), matou a esposa do comissário Gordon. Mas o mais misterioso de tudo, é que o Palhaço do Crime já teve várias oportunidades de matar o Batman e nunca o fez. Parece que o objetivo central do Coringa não é matar o Batman, e sim enlouquecê-lo. Esse não brinca em serviço!

 

abobrinha

No segmento infantil, é incontestável. Quem aí nunca se desesperou com a possibilidade do Dr. Pompeu Pompilho Pomposo se apossar do Castelo Rá-Tim-Bum e derrubá-lo para construir um prédio de CEM ANDARES, MUA, MUA, MUAAAA! Eu mesma me arrepio só de lembrar, gente!

Hoje, que já estou crescidinha, descobri que o Dr. Abobrinha tinha um emprego, e o emprego dele tinha a ver justamente com a compra do castelo, pois ele era um corretor imobiliário! Agora tudo faz sentido! *-* Já posso morrer com essa descoberta.

abobrinha

Para conseguir comprar o castelo, frequentemente aparecia disfarçado para tentar fazer com que algum morador do castelo assinasse o contrato de venda. Mas como era desastrado, sempre acabava sendo descoberto e escorraçado dali! Mas ele nunca desistia! “Um dia esse castelo será meu, meu, meeeeu!”

MirandaPriestly

Para começar representando o time feminino de vilãs, temos a rainha, a megera, que na minha opinião é a pior de todas! Por quê? Porque provavelmente devem existir umas 300 dessa pelo mundo, as chefes do cão! Ainda não fui agraciada com uma assim, e espero que isso esteja longe de acontecer, porque eu realmente sofria em ver a Andrea (Anne Hathaway) se dobrar em 20 para atender às demandas absurdas de Miranda Priestly, em O Diabo Veste Prada.

Miranda é uma famosa editora-chefe da Runaway, maior revista de moda de todas as dimensões do MUNDO. E para trabalhar lá, gostar de moda e ter estilo são características PRIMORDIAIS, o que Andrea, inicialmente não tem nem um pouquinho, coitada!

miranda

O comportamento de Miranda é pautado por frieza, impiedade e até um certo requinte de crueldade. Principalmente quando seu alvo era a foca (recém-formada em jornalismo) Andrea. Já entenderam porque tenho pavor dessa mulher, gente? CRUUUUZES.

sue

Falando em mulher cruel… Quem iria querer a técnica Sue Sylvester, da série Glee, como inimiga? O plano dela é acabar com professor Will Schuster, responsável pelo grupo de coral Glee Club.

Sue, a melhor treinadora de Cheerleading do EUA, já ganhou vários prêmios para a escola na qual trabalha. Por esse motivo, possui grande verba e influência dentro da instituição.

É intransigente e abusa do humor negro sem medo, alfineta as pessoas com comentários preconceituosos sem se preocupar. Nem mesmo os deficientes se safam dela. E sem querer, Will acaba comprando uma briga feia com treinadora, pois o Glee Club acaba ganhando uma pequena fatia do orçamento que costumava ser apenas dela. Para se vingar, começa a infiltrar suas líderes de torcida no grupo de coral para destruir a turma de dentro pra fora.

sue

Não bastasse todo o mal que evoca, Sue faz tudo isso arrancando altas risadas de nós, telespectadores. Pode isso, produção? Não poooode! Mentira, pode sim.

AlisonDilaurentis

Agora vamos passar a vez para uma iniciante, que apesar de novinha, não desaponta o time de Cruellas. Alison Dilaurentis, de Pretty Little Liars, tem apenas 17 anos e já tem uma mente maquiavélica.

Se fez de morta, literalmente, durante grande parte da série. Acha pouco? Suas brincadeiras de mau gosto e suas maldades sem limites já deixaram até uma garota cega! Ali é uma garota quase psicótica que mente pelo puro prazer de mentir. Atinge as garotas que diz serem suas amigas, os pais delas e qualquer um que se meter em seu caminho.

alison2

Acho que a Alison é um típico exemplo do que acontece com mentirosos! Mentem tanto que quando falam a verdade já nem adianta mais. Pra quem está acompanhando a série, sabe bem do que estou falando!

niklaus

Chegou a hora das mocinhas se abanarem, porque o vilão com o sotaque mais sexy do mundo acaba de chegar. Sim, mate! Estamos falando do cruel e britânico Niklaus Mikaelson, de The Vampire Diaries e The Originals!

Se você acha os vampiros e lobisomens das séries incondicionalmente maravilhosos, mas nunca soube qual criatura sobrenatural escolher, com Klaus você não tem esse problema, porque nosso querido é os dois! Isso mesmo, ele é híbrido.

Porém, sabendo que um ser híbrido é muito perigoso, sua mãe, Esther, lhe jogou um feitiço com o sangue de uma Petrova do período medieval, inibindo o seu lado lobisomem, e só o sangue de outra Petrova seria capaz de desfazer tal magia. E sim, ele consegue desfazer o feitiço, se tornando a criatura mais poderosa dos últimos tempos.

klaus

Embora ele pareça cruel e irreverente (o que ele é mesmo), Klaus também se mostra um romântico incurável ao conhecer Caroline Forbes. Frio, sarcástico, cínico e encantador. Sim, todas essas características antagônicas conseguem viver num mesmo personagem e me encantar de amores.

katherine

Ladies and gentlemen! Agora com vocês, ela, a diva, a maquiavélica, a sem coração, a sobrevivente mais cheia de si de todo o universo… Katherine Pierce, também conhecida como Katerina Petrova, de The Vampire Diaries!

Essa sim é a personagem que faz toda a história se desenvolver! É o elo que une até mesmo inimigos para conseguirem derrotá-la de uma vez por todas. Sabe aquela mulher que sabe o que quer e não desiste até conseguir? Triplica por 5, e talvez a gente chegue no algarismo Katherine.

A víborazinha foi quem transformou os irmãos Salvatore em vampiros e os fizeram brigar entre si para ter o amor dela, quando na verdade ela queria apenas um deles. Fingiu-se de morta para fugir de um destino pior traçado pelos humanos que descobriram a sua colônia de vampiros em 1864, na cidade de Mysitic Falls. Cerca de 500 anos depois, a queridinha volta em busca do seu amor e faz de tudo e mais um pouco para estragar a felicidade de todos ao redor.

katherine

Katherine já fez de tudo nessa vida: fugiu por mais de cinco séculos da fúria de Klaus, possuiu o corpo de Elena, libertou Silas, provocou desavenças entre Elena, Damon e Stefan, matou cidadãos de Mystic Falls… Aprontou foi muito! E teve um fim que muitos aclamaram, mas muitos outros odiaram e reivindicam sua volta na trama. Será que ela volta?

DracoMalfoy2

E é claro que para fechar com chave de ouro, eu trago o amor da minha vida, meu precipício, meu delírio, Draco Malfoy! <3

Afinal de contas, o que seria do nosso querido Harry sem um inimigo feito o Draco Malfoy para completar a história?

Descrito pela própria J.K. Rowling como o maior pegador de Hogwarts, Draco é o típico garoto rico, mimado e esnobe. É um personagem que na minha opinião, cresce muito ao longo da história. Tudo o que poderíamos esperar dele quando mais novo eram piadas de mau-gosto contra Ron e comentários preconceituosos contra Hermione. Isso sem falar das rixas e provocações contra Harry em toda e qualquer situação. Porém, conforme os anos se passam, Malfoy acaba se aperfeiçoando na maldade – mesmo contra a sua vontade.

O violãozinho passa a se utilizar de Maldições Imperdoáveis como Cruciatus e Imperius. Isso sem falar do episódio em que enfeitiçou Katie Bell e envenenou Ron com uma garrafa de hidromel – o que quase o matou, diga-se de passagem.

Porém, é na tentativa frustrada de matar Albus Dumbledore que vemos que Draco não é assim tão mau. Podemos ver todo o sofrimento dele durante o 6º ano para concretizar as missões lhe impostas. No fundo, Draco era apenas aquele típico inimigo de escola que adora ver o adversário se dar mal e que acabou se vendo condenado pelo seu sangue Malfoy e obrigado a cometer as maiores atrocidades que nunca imaginou cometer. Poor Draco! <3 Um violãozinho incompreendido e muito amado – pelo menos por mim, riri.

draco2

E aí, gentxe? Quem mais merecia estar no hall da maldade?

Translate »