Quartos da ficção

Em 16.11.2015   Arquivado em Inspiração, Na tela

DivQuartos

Se tem uma coisa que eu realmente amo e nunca dei espaço aqui no blog é decoração. Na verdade, não tem muito tempo que eu descobri essa paixão. Tudo acabou acontecendo porque eu comecei a querer dar maiores descrições para as histórias, crônicas e fanfics que escrevo. Adoro colocar imagens para ambientar melhor os meus leitores.

Paralelamente também comecei a “heartear” quartos na minha conta do WeHeartIt para me inspirar na decoração do meu quarto no Brasil. Aí já viu, né? A coisa ficou realmente séria e eu passo HORAS do meu dia fazendo isso. Acho que preciso de tratamento…

cat

Enfim! E como tenho uma séria paixão por filmes, séries, novelas e tudo mais que se tem direito, é ÓBVIO que eu tenho crushes por muitos quartos dos personagens da ficção, genxti. Acho que é muito porque eu realmente consigo ver muito deles refletidos na decoração e isso torna a atração mais “convincente”, entende. Espero que tenha entendido, porque não vou tentar explicar de novo não. :B

caham

Bom, chega de papo! Selecionei os quartos mais apaixonantes pra mostrar pra vocês! Quem sabe não é uma ajudinha para aquela inspiração que você tava precisando?

 

Anna

Quem aí não lembra desse filme sensacional com a rainha LiLo? Pra quem não lembra, ou não assistiu (duvido muito, mais VAI QUE), a Anna era uma rockeira maluquinha que adorava viver na privacidade do seu quarto.

Sempre fui fã desses quartos americanos que tem o teto mais rebaixado! É sempre uma oportunidade pra criar algo novo! A Anna, por exemplo, preencheu quase que toda a parede com fotos!

Além disso, mesmo ela tendo o estilo bem rocker, o quarto dela ainda trazia uma cor clara e um toque de feminilidade.

 

Aria1

Eu não sei vocês… Mas desde a primeira vez em que eu vi o quarto da Aria, eu simplesmente me APAIXONEI. Primeiro porque das Liars, a Aria é a com quem eu mais me identifico. Ela ama ler, escrever, fotografias… Além de ter um estilo bem eclético.

No quarto dela há livros espalhados por todo canto! A segunda coisa que mais tem são almofadas! De todos os tamanhos e cores, mas muito bem escolhidas. Acho que isso dá um mega ar de conforto. Fora as sobreposições das colchas da cama. Queria muitoooo.

 

Arnold1

PAUSA DRAMÁTICA! Sei que seus olhinhos brilharam agora, porque esse é o quarto dos sonhos de toda criança nascida na década de 90, gente! Eu era viciada no desenho do Cabeça de Bigorna e no quarto mais que sensacional dele! E esse teto de vidro que tem uma escada que leva ao telhado?

O quarto sempre foi objeto de desejo da galera. Não é à toa que um designer gráfico até desenvolveu uma versão mais realística dele! Dá uma checadinha na última imagem!

 

Aubrey1

Lembra daquele filme maroto que eu indiquei há umas semanas atrás, The First Time? Então! A Aubrey, personagem fofica, tem um dos quartos mais apaixonantes que eu já vi! Primeiro porque é azul, e todo mundo sabe que sou maluca por essa cor, né. Fora que a personagem é uma artista! Tá vendo aquelas ondas atrás da cabeceira? Ela mesma quem fez utilizando o recurso da foto-colagem (não sei se esse é o temo. Se não for, vai ser agora). Não é divino? Outra coisa que me chamou a atenção é a iluminação do quarto, que é bem fraquinha. Gosto muito <3

 

Carter1

Sei que já havia comentado sobre o quarto dela em um outro post…Mas e daí? O que é bonito a gente repete, né? Aliás, o que é essa parede feita de lousa de giz, por favor? Se eu não tivesse alergia, com certeza teria uma dessas! ~cry~ Outra coisa que eu também adorei foi a ideia de utilizar os piscas-piscas como varal de fotos! Dois em um!

 

Dinho1

Não sei quem acompanhei Malhação e se apaixonou pelo quarto do Dinho loucamente. O tema intergaláctico + aventureiro é muito a minha cara, aquela coisa de wanderlust, sabe? Teria muito esse quarto pra mim, sem mais.

 

DrakeAndJosh

E falando em quarto de menino, acho que ninguém consegue se esquecer do quarto monumental da série Drake & Josh, né? Sempre achei ele muito fora do normal pra quarto de adolescente, mesmo sendo o sótão da casa… Mas ok, isso não muda o fato de que eu queria a camona com a escada e esse super espaço livre (que mais tarde foi ocupado pela cama do Josh).

 

Ju1

Na mesma geração do Dinho, ainda tinha a Ju, uma It-Girl super estilosa. Acho que esse é um quarto que com certeza eu teria, gente. Sempre quis colocar a minha mesa nos pés da cama, acho que fica tão fofico, dá um ar diferente pro quarto. O detalhe que eu mais gosto no quarto dela é a árvore de madeira na cabeceira da cama, acho tão único, tão original. As cores do quarto também me agradam bastante. São chamativas, mas ao mesmo tempo tudo combina.

 

Sam1

Por último (mas não menos maravilhoso) o quarto mais amado dos últimos tempos. Eu não sei dizer ao certo o que me encantou no quarto da Sam: a junção do tecido lindo com os piscas-piscas, a mesa aproveitada com cavaletes (e que está super na moda), a máquina de escrever no lugar do que seria um computador (uma vez que a história se passa nos anos 80), os espelhinhos e molduras ao lado da cama ou essa bagunça organizada sobre a escrivaninha. Acho que tudo se encaixou lindamente, o que muito me agradou, porque eu não lembro se havia uma descrição exata do quarto da Sam no livro… Mas acho que não poderiam ter produzido algo mais original.

 

UFA! Nem eu sabia que eu gostava de tantos quartos da ficção, socorro. E aí, gente, qual o preferido de vocês? Conta pa nóis!

Minhas séries favoritas

Em 27.06.2015   Arquivado em Na tela

series

Hoje em dia não gostar de séries é viver em outro universo, vamos combinar, né? Até porque não tem como. Você acaba assistindo um episódio sem querer e pronto, está amaldiçoado a continuar a assistir porque você quer saber o que vai acontecer de qualquer jeito!

E como eu ando cada vez mais viciada nesses pedaços do céu, resolvi compartilhar as séries que eu mais gosto! Além disso, são ótimas dicas para o fim de semana! Bora ver?

 

Pretty Little Liars

PLL_season_4

Pra quem ainda não conhece, Pretty Little Liars conta a história de quatro amigas: Aria, Hanna, Spencer e Emily. A amizade delas acaba logo após o sumiço misterioso de Alison, a Queen Bee da parada.

O corpo de Alison é encontrado um ano após o seu desaparecimento e desencadeia vários acontecimentos que culminam na reaproximação das garotas. Elas começam a receber mensagens anônimas e ameaçadoras assinadas por “A”.

A série já está na sua 6ª temporada e me matando do coração, gente! 🙁 Who’s the fucking –A?

 

The Vampire Diaries

TVD

Confesso que tinha uma grande aversão a essa coisa de vampiros e coisa e tal porque não sou muito fã de Crepúsculo (NÃO ME MATEM). Mas depois que assisti o primeiro episódio de TVD… DEU RUIM! Não consegui, gente, é bão demais!

A série conta a história de Elena Gilbert, uma garota que aos 17 anos perdeu os pais em um acidente de carro. Após quatro meses, ela e seu irmão Jeremy ainda estão sofrendo com o luto.

Elena, que sempre foi a garota mais popular e conhecida da escola, agora se sente deslocada. Porém, a coisa muda quando ela conhece o charmoso e misterioso Stefan Salvatore, seu novo colega de sala. Os dois acabam se apaixonando, e Elena nem sonha que seu novo namorado é um vampiro com mais de cem anos de idade! E a tensão aumenta ainda mais quando o irmão mais velho de Stefan aparece na cidade, o sedutor Damon Salvatore. Diferente de Stefan, Damon é a maldade em pessoa. Até conhecer… Elena! Nem preciso contar mais nada, né? *-*

 

Finding Carter

FindingCarter

Descobri essa série faz pouquíssimo tempo e já viciei TOTAL!

Já imaginou descobrir que você na verdade não é você? Pois é! A vida de Carter vira de cabeça pra baixo quando ela descobre que seu nome verdadeiro é Linden e a sua mãe simplesmente não é sua mãe, mas sim sua sequestradora que a roubou de sua família quando ela era apenas um bebê. Carter retorna à sua verdadeira família e tenta redescobrir a vida enquanto sua sequestradora é caçada pela polícia.

Embora pareça uma história que não tem pra onde ir, você acaba se surpreendendo, porque apesar  da Carter viver em uma mentira, ela tinha uma vida completamente normal, cheia de amigos, festas e uma mãe incrível. Agora ela precisa aprender a lidar e amar a sua nova família!

A segunda temporada já começou e eu estou freakin’ out com cada episódio que sai!

 

American Horror Story – Murder House

AHS

Pra quem acha que AHS é mais um clichê de terror está MUITÍSSIMO enganado! Aposto que é diferente de tudo que já viu!

Após uma relação extraconjugal, o terapeuta Bem Harmon decide se mudar de Boston com sua mulher Vivien e a filha Violet para salvar seu casamento. A família Harmon se muda para uma velha mansão de Los Angeles.

Logo que chegam, percebem que não é só a aparência do novo lar que é peculiar, mas todos que a frequentam também. Entre os personagens, há Moira, a empregada que prestou serviços a quase todos os ex-moradores da mansão; Constance, uma vizinha intrometida; e Larry, um homem que possui 50% de seu corpo queimado. E para desespero de Ben, a filha Violet se envolve com Tate, um de seus pacientes, que ele acredita ter tendências homicidas. Paralelamente, a família vai percebendo que a casa é um ambiente sobrenatural e cheio de mistérios. Arrepiei!

 

Hellcats

hellcats

Inicialmente, o que me chamou a atenção nessa série foi Cheerleading, líderes de torcida e tudo mais. Adoro esse tipo de coisa! E confesso que quando comecei a assistir, imaginei que seria algo bem clichê a la High School Musical (nada contra). BUT, what a surprise!

Hellcats conta a história de Marti, uma pré-estudante de direito da Lancer University que acaba perdendo a sua bolsa de estudos e precisa garantir sua vaga na faculdade. Ela descobre que as líderes de torcida da universidade ganham bolsa de estudos, então ingressa na equipe. A loira acaba conhecendo um novo mundo que julgava fútil e acaba se apaixonando pela coisa!

Além disso, a série também trata da política e da corrupção ao redor do time de futebol americano da universidade. Vale super a pena!

 

The Originals

The Originals

Pra quem acompanha The Vampire Diaries, conhece família maravilhosa, apaixonante e estripadora. The Originals é um spin-off* de TVD. A família Mikaelson ganhou tanto espaço, que precisaram de uma série própria. Achei a ideia super legal, pois é a oportunidade perfeita para conhecer a fundo a história da família que originou os primeiros vampiros da história (da série, ok?).

Os Mikaelson são formados por Klaus, Elijah, Rebekah, Kol e Finn (os últimos dois são falecidos). Eles saíram de The Vampire Diaries depois que o híbrido Klaus engravidou a loba Hayley, e cria-se uma esperança de que uma criança seria capaz de mudá-lo, já que ele é um monstro sem limites ou escrúpulos.

Todo mundo acaba migrando para New Orleans, que na série, é a cidade que Klaus criou há não sei quantos séculos atrás. Porém, ao chegarem lá, descobrem que a cidade foi tomada por um de seus “filhos transformados”, Marcel. Aí a coisa fica feia, porque Marcel botou a banca e transformou a cidade num verdadeiro antro para os vampiros. Lá, os seres da noite mandam e desmandam. Sentiram o drama?

 

Faking It

FakingIt

Me julguem, assisto mesmo, e daí?

Comecei a assistir Faking It por acaso na MTV, e a história meio que me interessou, por mais bizarra que fosse. Procurei os episódios para assistir e simplesmente não larguei mais.

Karma e Amy são melhores amigas desde sempre, mas nunca foram populares na escola. Embora isso nunca tivesse importado para Amy, Karma sentia necessidade de que algo mudasse naquele ano. Ambas foram convidadas para a festa de Shane, uma das pessoas mais populares do colégio e super defensor dos direitos dos homossexuais, já que ele mesmo é um.

Na festa, Shane acaba entendendo tudo errado e acaba espalhando para toda a escola que Amy e Karma namoram. SIM, isso mesmo!

As duas ficam passadas com a história, mas ao perceber que aquilo fez com que as duas se destacassem entre o pessoal, Karma decide pedir para a amiga que continuem com a farsa. IMAGINEM A CONFUSÃO QUE ESSA BAGAÇA NÃO DÁ! Gente, só risadas com essa série.

 

Bom, essas são as séries que estou acompanhando no momento. O que acharam?

AH, ainda tenho uma lista para começar a assistir. Alguma sugestão? Fala aê!

Sobre a melhor série do mundo: SKINS

Em 06.05.2015   Arquivado em Na tela

 

Skins

Vocês devem estar pensando que eu sou a louca do Brás por estar escrevendo sobre uma série que já acabou faz dois anos. Eu sou mesmo. Me tornei completamente louca e viciada em Skins e vocês sabem, adoro compartilhar os meus vícios.

A verdade é que eu tenho um bom argumento para escrever sobre séries que já estão fora do ar. Eu ODEIO acompanhar séries que ainda estão sendo gravadas (apesar de estar acompanhando três :x), porque eu fico feito uma retardada contando os dias para a nova temporada ser lançada, e o hiatos costuma fazer com que eu esqueça toda a trama, onde parou, e os detalhes todos se perdem. This really pisses me off.

Então aproveitei esse amor grande que tenho tido pelo Netflix, comecei a explorar cada cantinho dele e minha mãe mandou eu escolher este daqui: Skins.

Confesso que um dos motivos pra eu ter demorando tanto para assistir Skins é o mesmo motivo que uso para o resto da lista de séries que quero assistir: preguiça. Sim, vocês não leram errado. Eu tenho um sério problema para começar a assistir por pura preguiça de ter que me apegar a um novo seriado com uma nova trama e novos personagens, e sou meio “monogâmica”, gosto de venerar uma série por vez, se possível.

Bom, vamos ao que realmente importa, galere!

Pra quem nunca assistiu por falta de interesse ou preguiça, vou explicar um pouquinho do que se trata a bagaça.

Skins tem como foco contar histórias de adolescentes malucos e drogados de Bristol (Sudoeste da Inglaterra) e trata de assuntos que rodeiam todos nós: dramas familiares, transtornos mentais, sexualidade… Mas tudo isso com uma pitada a mais de sexo, drogas e rock ‘n roll. Apesar de serem assuntos tão clichês para se trazer em uma série adolescente, eu adorei o jeito como tudo é retratado, mesmo que em alguns momentos as situações se tornassem exageradas demais. Acho que o exagero e o escárnio acabaram trazendo mais leveza pra história.

A verdade é que tudo nessa série acabou me cativando. Os personagens, as histórias, a fotografia da ambientação, a trilha sonora… Tudo combina! E o que mais me surpreendeu foi a qualidade do trabalho e da atuação dos atores, porque eu nunca havia assistido uma série britânica. Agora estou até caçando mais produtos ingleses, porque me apaixonei MUITO, lad.

Outra coisa que gostei é a atemporalidade da série. A cada duas temporadas, muda a geração de “skinners”. Confesso que inicialmente isso me preocupou, porque como eu disse, sou daquelas que se apaixona eternamente pelos personagens. Mas acabou que eu nem senti tanto isso. Os novos personagens eram sempre tão intrigantes quanto os da antiga geração. Acho que isso fez com o que a série não ficasse naquela “mesmice” que muitas vezes acaba estragando a trama como um todo. E diferente de muita coisa que eu já assisti, os finais nem sempre são felizes. Os finais acabam sendo… Como têm que ser, assim como a vida (Nats sensível mode on ~snif snif~).

Já deu pra perceber que eu SUPER HIPER recomendo Skins, né, gentem? *-*

ohyeah

Quem mais já assistiu e compartilha da mesma opinião que eu? E quem não assistiu… Que tal dar uma bizoiada e me contar o que achou? Conte-me tudo e não esconda nada!

skins

Sereias existem!

Em 05.05.2015   Arquivado em Inspiração

 

hannah-mermaid_sm

Calma, vocês não leram errado! E eu também não sou nenhuma maluca. Um pouco, talvez.

Às vezes me dá uns cinco minutos e eu saio pesquisando assuntos aleatórios que invadem a minha cabecinha. Comecei a pesquisar aqueles vídeos malucos e tudo o que podia sobre sereias. Não para provar a existência delas, nem nada. Apenas para saber o que tem por aí sobre o assunto. E essas andanças pela internet sempre nos trazem curiosidades super interessantes, né? Foi que aconteceu comigo, de novo.

Descobri que existem pessoas tão viciadas por essa coisa de “sereismo” que aderiram o tema como uma profissão!

Espera aí! Como assim, Nats?

São artistas que vivem de performances como seres aquáticos, fazendo aparições em filmes, séries, festas pessoais/corporativas! E acreditem ou não é uma profissão reconhecida! Dentre todos os profissionais, encontrei a mais famosa: Hannah Fraser (imagem de destaque). Ela é uma modelo completamente apaixonada por sereias conhecida por ter inventado essa nova vocação.

Hannah não só modela vestida de sereia, como nada com cauda com baleias, tubarões e tudo o que vocês imaginarem!

hannahmermaid

Hannah cria modelos incríveis de nadadeiras e viaja o mundo fazendo performances debaixo da água como sereia para filmes, séries, comerciais, eventos e campanhas de ativismo ambiental. Ela usa a ligação dela com o oceano para inspirar e educar pessoas sobre a importância da vida marinha.

Quer vê-la em ação? *-*

Esse é o site oficial da Hannah Mermaid . O vídeo de apresentação disponível lá é simplesmente INCRÍVEL. Dá uma bizoiada!

E aí, galere? Sei que é bizarro, mas não dá pra negar que dá uma pontinha de inveja maluca de poder experienciar, não é?

 

mermaid

TAG: Os melhores personagens #1

Em 23.04.2015   Arquivado em Na tela

 

stiles

Muitas vezes eles nem são os protagonistas, mas o que seria das nossas séries sem eles? Não deixam a trama no marasmo da vida e ainda nos arrancam risadas, roubam lágrimas e derrubam todos os forninhos que veem pela frente! Pode ser personagem principal, secundário, terciário, NÃO IMPORTA!

Quem nunca continuou a acompanhar uma série por causa de UM único ser? (EU EU EU).

Pensando nisso, resolvi criar uma tag com os personagens mais amores da VIDA! E sim, resolvi começar com o mais melhor e maravilhoso de todos: Stiles Stilinski, de Teen Wolf.

Pra quem não conhece a série, o Stiles é o melhor melhor melhor melhor amigo que o Scott (personagem principal) poderia ter no MUNDO. Sabe aquele cara pra todas as horas? Sim, é o Stiles. Ele acompanha o Scott em todas as roubadas, do começo ao fim e sempre tem ideias e planos mirabolantes para solucionar os problemas que vão se desenrolando ao longo da história. O personagem carrega uma grande carga emocional. É capaz de te deixar com a barriga doendo de tanto rir (mesmo quando você não deveria), ou te fazer gastar uma caixa INTEIRA de lenços, e não estou exagerando.

Na minha opinião, é o personagem mais completo que poderia existir. É claro que também devemos os créditos ao maravilhoso Dylan O’Brien. Um ator que com certeza veio pra ficar. Palmas para o Dylan! <3

E pra te deixar cheia de vontadinha, aqui vão 10 motivos básicos que vão fazer você se apaixonar pelo Stiles:

1. Ele sempre salva a pele do Scott

styles14

2. Serve de pombo-correio quando um casal desafortunado não pode se encontrar…

styles11

3. É desastrado

stiles6

4. Tem as melhores cenas com o Derek

stiles9

5. Entende de mulheres

stiles8

6. É engraçado até quando não deveria ser

stiles7

7. É sarcástico

stiles

8. É o filho dos sonhos

styles10

9. Fofo até dizer “para”

stiles2

10. Nunca deixa o Scott perder a esperança

styles13

Convenci, né?

styles15

Que outro personagem vocês não vivem sem? <3

O dia em que a Nina Dobrev me irritou

Em 08.04.2015   Arquivado em Na tela, Off topic

 

ninadobrev

A notícia não é assim tão nova. Fiquei sabendo da parada na última segunda-feira (6), por meio do próprio Instagram da Nina. Estou eu, linda e maravilhosa, olhando as fotos das pessoas que sigo quando me deparo com a imagem acima com um texto dela dizendo que irá sair de The Vampire Diaries.

Fiquei alguns segundos olhando pra postagem, depois de lê-la pelo menos duas vezes. Vocês que estão lendo devem estar pensando que sou uma fã crazy bitch que chora e fica comentando na foto “Se você sair eu, eu me mato!”, ou coisas do tipo. Mas não. Acho que ainda sou uma fã normal, do tipo que gosta de acompanhar as novidades e tudo mais. Por isso deixo claro que usei o caso da Nina apenas como âncora para falar do assunto.

Pois bem, continuando… A única coisa que consegui sentir naquele momento foi, nada mais nada menos… Do que raiva. “Por que raiva? Ela cansou, Nats. Todo mundo cansa.” Ah, eu concordo. Imagino que ser a mesma personagem por seis anos deve cansar mesmo. Às vezes procuramos novos horizontes. Se pessoas não-famosas fazem isso, porque as próprias famosas não podem? Zayn Malik está aí pra não me deixar mentir, cof cof.

O problema, gente… É que quando se é famoso, você carrega uma carga de responsabilidades muito maior. Você se torna uma figura pública, exemplo pra muitos e blablabla. Eu acho uma puta falta de sacanagem. Quando um ator assina uma porcaria de um contrato com uma série, ESPERA-SE que ele fique até o fim da PORCARIA DA SÉRIE. Por que faz isso, gente?

 

tumblr_m6lhemMALu1qzg103o6_400

Quando acompanhamos uma série, nos apegamos aos personagens. Se ele morre porque tem que morrer… Nós (muitas vezes) aceitamos. Agora quando o personagem morre porque o querido ator não se compromete com o trabalho… Ah não. Já é a segunda série que eu acompanho que acontece isso. Desfalca a história e me faz perder o interesse completamente. Crystal Reed (Allison Argent, de Teen Wolf) já me decepcionou. E me fez parar de assistir a série. Agora é a vez de The Vampire Diaries.

E atores… Não caguem mais nas séries por quererem abandoná-las, ok? É feio.

 

PS: Link da postagem da Nina na íntegra

Translate »