10 coisas que aprendi com relacionamentos

Em 22.06.2015   Arquivado em Inspiração

10coisas

Ah, o amor…

Os solteiros que me perdoem! Vi muitos posts nas redes sociais criticando o dia/mês dos namorados e fiquei meio sem entender. Qualé, galera! Vocês têm 11 meses/335 dias que são só de vocês! Compromissados também são felizes, por favor, obrigada, de nada.

Fiquei meio em dúvida se faria esse meme do Rotaroots* porque acho que aprendi TANTA COISA e venho aprendendo tantas outras, que não sabia nem o que colocar nessa joça. Mas aí achei legal compartilhar um pouquinho do que é essa coisa maluca que uns acreditam que não existe, e outros ignoram a existência até que um dia finalmente aconteça com eles: amar! [/Natsgay]

Eu já tive uns peguetes no passado [num passado meio distante, na verdade], mas pra quem não sabe, eu namoro, e não é há pouco tempo, não. São seis anos e sete meses (e por acaso, meu namorado é colaborador no blog, sim senhô! <3). Caiam pra trás, morram do coração, julguem, chorem. E pasmem, um dia ainda é mais incrível que o outro e é mais único que tudo! <3

Então acho que aprendi BASTANTE coisa e posso passar um pouquinho de tudo o que eu sei, né? Ready? Go!

 

1. Aprendi a gostar de mim

allabouthatbass

Vocês não leram errado. Uma coisa que é MUITO importante antes de iniciarmos qualquer relacionamento… Ou até mesmo, ASSIM que iniciamos um relacionamento… É aprender a se gostar primeiro. Não adianta querer demonstrar carinho por alguém se você não tem carinho por si próprio(a). Se eu não gosto de mim, quem vai gostar? Temos que estarmos felizes com nós mesmos, gostarmos de quem somos, sem medo!

 

2. Aprendi que certas atitudes valem mais do que palavras

Delena

Pois é. Como sou fã de palavras, sempre fui muito de acreditar mais nelas do que na atitude de alguém. Quando comecei a namorar, percebi que embora algumas coisas não tivessem sido ditas, não significava que não existiam ou não tinham valor. Um gesto realmente vale mais que mil palavras e provocam 300.000 outros sentimentos impossíveis de serem descritos.

 

3. Aprendi que é muito mais gostoso conquistar algo quando você tem com quem compartilhá-lo

Freffy

Conquistar coisas e realizar sonhos é sempre incrível. Não estou dizendo que não tem graça se você estiver sozinho. NÃO É ISSO. Mas se você tem uma pessoa que te ama e torce por você, não há nada mais maravilhoso no mundo. É comemoração em dobro, são sorrisos em dobro.

 

4. Aprendi a compartilhar gostos diferentes

beginagain

É o seguinte. Não é porque você está com alguém que terão gostos parecidos em TUDO, e isso é completamente NORMAL, ok? Afinal, as pessoas são diferentes. Se você quer alguém com gostos iguaizinhos aos seus, é melhor namorar com o espelho ~badumtss~. O legal de estar com alguém é ter a chance de abrir a mente e ampliar os horizontes, conhecer coisas novas. E como meu namorado é músico, fico feliz em dizer que ampliei bastante o meu gosto musical! <3

 

5. Aprendi que o amor é maior do que a distância

reencontro

Muitas pessoas passaram ou passarão pela experiência da distância. Não vou dizer que adorei e recomendo. Além de n fatores que não citarei aqui, existe a principal delas: a saudade que machuca. Pensei que fosse morrer… Mas não morri.

Às vezes o relacionamento passa por provações. Acho que a minha foi essa. É normal perseguirmos sonhos diferentes, e em algum momento isso acaba acontecendo, mas isso não significa que é o fim do mundo. Mesmo nos momentos mais difíceis. E se tem uma coisa maior e melhor do que a distância… É quando você cruza o mundo e reencontra quem você ama. Eu o fiz. <3

 

6. Aprendi que algumas experiências loucas são incríveis a dois

trip

É meio que aquela história sobre realizar sonhos e ter alguém para compartilhar, sabe? Por mais que tenha coisas que você gostaria de fazer sozinho(a), às vezes a experiência pode ser melhor do que você poderia esperar quando compartilhado com quem ama. Aliás, acredito muito em destino. Talvez, se você não estivesse com aquela pessoa, nada daquilo teria acontecido, já pensou nisso? Foi assim quando viajei pra Dublin. <3

 

7. Aprendi a não levar as coisas tão a sério

Freffy2

Acho que depois de “te amo” e “tô com fome”, essa foi a frase que mais ouvi no meu relacionamento! Sempre levei tudo muito a sério, até as brincadeiras. Sabe aquela coisa de “toda brincadeira tem um fundo de verdade”? Levo a ferro e fogo!

Mas estar com alguém brincalhão, que vê graça nas coisas e gosta de me fazer rir fez essa coisa se amenizar em mim. Fez a minha vida ganhar um pouco mais de diversão!

 

8. Aprendi a perdoar e a ser perdoada

forgive2

Acho que mais difícil do que perdoar é ser perdoada, porque não sei vocês, mas pra mim não basta apenas ser perdoada pelo alguém. Sofro muito para perdoar a mim mesma quando erro. Acho que essa é uma das coisas que aprendi e venho aprendendo todos os dias. Precisamos dar uma segunda chance a nós mesmos antes de querer que alguém nos dê essa segunda chance.

 

9. Aprendi a ter mais paciência

patience1

Confesso que se meu namorado ler esse item, vai dar umas boas gargalhadas, porque eu ainda sou uma pessoa MUITO nervosa e sem paciência, mas se querem saber, eu acho que melhorei bastante com relação a esse ponto. Eu nasci brava, cresci brava, vou envelhecer brava e vou morrer brava. Talvez a minha causa de morte seja a braveza! Mas uma coisa é certa: eu aprendi a entender que tudo tem a sua hora e tenho consciência de que preciso ser uma pessoa mais calma. O primeiro passo é a aceitação, né, gente?

 

10. Aprendi (e aprendo) que amar é mais do que estar em um relacionamento

loverosie

No fim, não se trata apenas de ter um namorado. E sim de ter um melhor amigo, aquele pra todas as horas, de manhã, de tarde, de noite, de madrugada. Alguém com quem você sabe que pode contar, e que aliás, pra quem você pode contar tudo! Seus medos, receios, sentimentos, ideias, frustrações. Ele até vai rir das suas piadas sem graça. Vai tirar com a sua cara, vai te apoiar e puxar sua orelha.

Você aprende que é mais compreensível do que achou que era, que é mais forte do que jamais imaginou. Que é capaz de ajudar e fazer coisas inimagináveis por alguém. Porque você vai saber que vale a pena. <3

 

*O Rotaroots é um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

7 celebridades que eu casaria

Em 19.06.2015   Arquivado em Off topic

7celebridades

Quem nunca sonhou em casar com aquele cara famoso, rico, lindo e maravilhoso não sabe o que é sonhar alto, não é mesmo?

Ilusão, maluquice ou fetiche, euzinha aqui resolvi brincar com esse meme do Rotaroots* e expor as 7 celebridades com quem eu me casaria e que fazem o meu ~turu turu~ bater quando passam.

MAS PODEM TIRAR O OLHO QUE SÃO TODOS MEUS. [/fazendoalouca]

 

Ed Sheeran

EdSheeran

Não poderia começar essa lista sem que o meu ruivo fosse o primeiro, né, galere? Invejosos dirão que ele é feio ou gordo, mas eu não ligo. Eu simplesmente me apaixonei por esse cara desde a primeira vez que eu ouvi a voz dele, e não tem jeito, ele roubou meu coração. O jeitinho tímido e a sensibilidade dele simplesmente me fazem delirar. Eu daria um rim tudo para ser a musa inspiradora das letras que ele escreve tão maravilhosamente bem, sem mais.

 

Tom Felton

TomFelton

Deu pra perceber que tenho um certo gostinho por britânicos, né? Esse sotaque é simplesmente apaixonante, e…. Parei, juro. Além de queda por britânicos, também desenvolvi precipícios por vilões ao longo desses anos, e o Draco Malfoy é o vilão da minha VIDA. Apesar de ele não ter tanto desenvolvimento nos livros por não ser o personagem central, fui me apaixonando por ele aos poucos, principalmente depois de começar a ler fanfics (se não sabe o que é fanfic, faz a egípcia e lê esse post aqui). E é claro que se não fosse pelo Tom Felton, esse amor não teria crescido mais ainda. Foi ele quem deu vida e cara (uma bem linda, por sinal) ao meu Draco.

Além de ótimo ator, Tom é super divertido e fofo. Sigo ele no Instagram e me apaixono mais e mais. Morro de inveja da namorada dele, genxteee! T-T

 

Maurício Destri

MaurícioDestri

PODE JULGAR PORQUE EU NEM LIGO! A coisa FOFA do Maurício me conquistou na pele do Benjamin, da novela I ♥ Paraisópolis. É a única celebridade brasileira da minha lista, então merece muito respeito.

Olhei pra ele e simplesmente não consegui mais. Ele tem um olhar profundo que parece que ele lê até a sua alma, senhorrrr. Aí eu comecei a seguí-lo no Instagram e amei mais ainda. Ele é cheio de espiritualidade, de bons sentimentos… É muito mais que esses olhos verdes sedutoramente sedutores, acredite!

 

Ian Somerhalder

IanSomerhalder

Falando em olhos sedutoramente sedutores… O que é esse Ian, pessoas? Não dá, cara. Já tentei, mas não consigo não derramar meio litro de baba toda vez que vejo uma foto deste ser. Fica difícil dizer se eu sou apaixonada pela maldade do Damon ou pela bondade do Ian. Além de gato (porque pra ele não basta só a beleza, né), ele é super envolvido com vários trabalhos voltados a caridade e ao cuidado com os animais. Não dá vontade de adotar, desse jeito? Ai, Nina… Olha o que você perdeu, menine.

 

Logan Lerman

LoganLerman

Esse é o mais novinho da minha top 7, mas isso não significa absolutamente nada, porque o Logan tem um espaço super bem ocupado no meu coração. Acho que posso falar de todos aqui quando digo que escolhi uns caras não só gatos, mas pessoas super profissionais no que fazem. O Logan não conquistou só o meu ~turu turu~, mas meu intelecto também pelo nível de atuação. Ele dá um show como Charlie em “As Vantagens de Ser Invisível”. Pra quem não sabe, esse é um personagem bem complexo, e ele soube retratar muito bem isso. Não bastasse esse papel maravilhoso… Derruba forninhos ao lado de Brad Pitt em “Fury”. Fica difícil não amar, não querer casar… Aliás, nosso casamento já está marcado, viu, gente?

 

Andrew Garfield

AndrewGarfield

Agora abram alas para o Homem-Aranha mais mara do mundo! (Sim, sou #TeamAndrew, sorry Tobey McGuire!). Apesar dessa carinha de bebê, Andrew já tem seus 31 anos bem vividos (e bota bem vividos nisso, né, galera?). Acho ele mega engraçado e cheio de doçura. E pra quem acha que o meu gato é só conhecido por ser o perfeito “Amazing Spider Man”, está muitíssimo enganado! Garfield já esteve na pele do empreendedor brasileiro e cofundador do Facebook, Eduardo Saverin, no filme “A Rede Social”. E só pra variar, arrebentou aquele tantão.

Além disso, tenho uma inveja DANADA da Emma Stone, de estar com um cara como esse. Af, parabéns, amigaaa!

 

Dylan O’Brien

DylanObrien

Por último, mas não menos casável, o cara que entrou para o time dos gatchenhos de Hollywood tem pouco tempo, meu querido e eterno Stiles Stilinski. O lado engraçado dele me conquistou no primeiro momento, e acho que isso é um dos pontos mais importantes. Pra quem não sabe, Dylan foi descoberto por causa do Youtube, onde produzia vários vídeos humorísticos. Mais pontos comigo, O’Brien! Aposto que eu viveria com um sorrisão ao lado dele. <3

 

E aí, people? O que acharam da minha top 7? Conta aqui, conta!

 

*O Rotaroots é um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

5 músicas para o lip sync for life

Em 21.05.2015   Arquivado em Inspiração, Música

 

DivLip

Confesso que eu fiquei meio em dúvida entre participar ou não desta nova blogagem coletiva do Rotaroots*, porque eu acho que se minha vida dependesse de um lip sync a ala RuPaul’s Drag Race, cinco músicas seriam muito pouco. Porém, no entanto, todavida, se é um desafio, é pra ser difícil, né?

Então eu resolvi topar a parada e mostrar como se faz!

Rupaul

1. A Thousand Miles

Querer mandar a ver no lip sync e não querer começar com “A Thousand Miles” é quase uma afronta. Latrell já era o rei do lip sync quando ainda nem era cool, então é por aqui mesmo que eu começaria.

 

2. Lips Are Movin

Acho que essa deve ser uma das músicas mais legais para se performar, gentxe. A coreografia é super hiper demais, me acharia a mais diva de todas, just saying.

 

3. Get Up Offa That Thing

A música é animada e desafiadora. Me imaginei até no Lyp Sync Battle, arrebentando com o Jimmy Fallon. James Brown é algo que decididamente não poderia faltar na minha listinha! <3

 

4. Everytime

Se tem uma coisa que eu AMO, é música fossa, gente. Aquela coisa de sentir que sua própria vida é um clipe enquanto você tá se afundando aquela música pra te deixar no fundo do poço? Então! Esse seria o meu momento lip sync “Drama Queen”!

 

5. Crazy in Love

Não dá pra brincar de ser a diva dos clipe tudo sem a Queen B do pedaço, não é? E em homenagem ao aniversário de 12 anos desse single maravilhoso, que foi essa semana, ela entra para a minha lista, a-hã.

 

Agora é a vez de vocês! Quais seriam as músicas do seu lip sync for life? Senta aqui e conta pra tia!

 

* O Rotaroots é um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

O que eu nunca disse para a minha mãe

Em 08.05.2015   Arquivado em Inspiração

 

mommy

O Dia das Mães é domingo, mas eu sou ansiosa, não aguentei e postei, e daí?

Então, aqui estamos! Acho que você vai gostar disso, porque como eu, adora uma demonstração de afeto, né, mommy?

A brincadeira aqui é falar o que eu nunca disse pra você, só que como somos melhores amigas, acho difícil ter algo que eu sinta por você e eu já não tenha lhe dito. Mas acho que reforçar isso não doi, né? Até porque talvez eu já tenha dito, mas nunca com as palavras que você merece ouvir.

Sabe, mãe… Sempre achei que falar que você é minha melhor amiga seria clichê, porque acho que deveria ser uma coisa natural entre mãe e filha. Ser confidentes e tal. Mas a cada dia que passa descubro que na verdade, somos mais raras do que eu imaginava. Algumas das minhas amigas ainda ficam surpresas com a nossa relação, sabia?

Então resolvi deixar isso exposto e marcado aqui. Para que você não se esqueça que apesar dos nossos arranca-rabos (que não são poucos), das nossas discussões bobas e até de ciuminhos, você tem um lugar que ninguém tira. Porque você é sim a minha melhor amiga. Uma melhor amiga DUPLA. A melhor-amiga mãe.

Aquela que deixou de se vestir bem por muitos anos para que eu pudesse estudar em uma escola boa. Aquela que foi criticada ao longo dos anos por querer que eu tivesse uma boa educação e que por isso, engoliu bastante sapo sem reclamar.

Aquela que sempre prezou a amizade e a sinceridade entre a gente sem perder a autoridade e o respeito de mãe. Aquela que sempre me deixou à vontade para falar sobre o assunto que fosse. Que sempre me ouviu e me aconselhou. Aquela que soube me dizer quando eu estava errada e também soube assumir quando você mesma estava errada. Aliás, uma mãe que não tem medo de estar errada, porque antes de tudo, você é um ser humano, e seres humanos erram.

Não sei se você tem noção do quão sou grata por tudo o que fez e faz por mim todos os dias. Sei que não sou a melhor filha.

freakyfriday2

Sei que te respondi mal umas trezentas vezes, e que você me perdoou todas essas trezentas vezes, mesmo sabendo que eu poderia fazê-lo de novo. Porque mãe é assim, né? É sempre acreditar no melhor dos filhos. E você acredita. Sempre acreditou e apostou todas as moedas em mim. E se hoje eu sou quem eu sou, é porque você fez parte disso, é porque você estava aqui, ao meu lado.

freakyfriday3

É por isso que essa carta é uma lista de agradecimentos que nunca tive tempo de lhe dizer.

Então… Obrigada por sempre apoiar meus sonhos. Obrigada por me escutar sem julgar. Obrigada por essa amizade e cumplicidade.

mom3

Pelas risadas. Pelos puxões de orelha. Pela paciência e pela fé em mim. Obrigada por me acompanhar em tantas enrascadas e sempre tirar a melhor lição e a melhor risada das situações. Obrigada pelas noites mal dormidas, pelo colo oferecido na hora de derramar as lágrimas. Pelos sacrifícios do dia-a-dia.

acordar

Obrigada pelos desenhos desengonçados para me agradar, pelos presentinhos para me animar. Por me entender. Por se doar. Por me amar.

mom2

E quer saber? Eu te amo. Bastante. Muito. Louca e infinitamente. E eternamente.

 

Ps: Essa postagem faz parte do projeto do Rotaroots, um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

Translate »