4 ON 4: Luz

Em 18.08.2016   Arquivado em Por aí

Yayyy, sabe o que que aconteceu? Os caras do Charlie Brown invadiram a cidade!

Ok, a real é que o projeto fotográfico deu ~aquela~ atrasada! Mas o que importa ainda é a intensão, né, minha gente. Até porque eu acabei me animando com a coisa! Pra quem não sabe, minha ilustre pessoinha foi convidada para participar do 4 on 4 com mais três outras blogueiras. Já estamos no segundo post do projetinho! Pra quem não viu o primeiro, tomaqui.

Eis que o tema deste mês éééé…

LUZ. <3 Luz artificial, luz natural… Tudo vai de acordo com a interpretação e criatividade da blogueira. Resolvi me dedicar a esse tema durante uma semana. E tudo o que os meus olhinhos julgavam ser dignos de uma foto para o projeto, lá estava eu dando os meus cliques. Vamos ver o que saiu?

Sempre quis tirar uma sequência de fotos do mesmo ângulo assim! Claro que não ficou EXATAMENTE no mesmo ângulo, mas deu pro gasto, né não? A vista ajudou e MUITO. <3

Se tem uma coisa que adoro com relação à luz natural… É como elas acabam interferindo na foto muito “sem querer”, e mesmo assim dá uma beleza única pra uma imagem que às vezes não tem nada de especial!

Esse dia no parque aqui perto de casa foi bem produtivo, fotograficamente falando, riri. Esse arco-íris artificial roubou a cena! O dia estava suuuuper quente e o pessoal do parque ligou aquelas paradinhas que espirram água na grama, e enquanto os meninos e eu nos refrescávamos e brincávamos, eis que…! A foto já diz por si só.

Finalmente consegui capturar o sol dentre as árvores! Parece simples, mas os raios nunca haviam saído bonitinhos como nesse clique. Palmas pra mim, por favorzinho!

Precisei colocar essas fotinhos do bar que fui em Mount Kisco com uma amiga. Achei a vela super atrativa, dando um ar mais aconchegante ao lugar. E eu sou meio vidrada nessas luzes “suspensas” que também provocam um ar meio old!

Já que o tema é luzes e eu celebrei o 4th July… *————-* não consegui evitar e tive que fechar esse post com chave de ouro com o registro de uma das experiências mais inesquecíveis do meu intercâmbio e da minha vida!

 

Hm, I guess this is it, folks! Gostaram da minha tentativa de fotógrafa hipster?

Ah, é! Querem ver o que as outras meninas do projeto andam aprontando?

Crônicas de Júpiter (antes conhecido como Lovecats)

48 Janeiros

Pequeno Ser Pensante

Road Trip: Las Vegas

Em 24.07.2016   Arquivado em Por aí

Estou tão feliz que com a resposta de vocês ao último post sobre a minha road trip que resolvi postar a segunda parte desta aventura o mais rápido que pude! E acreditem ou não, a parte mais sofrência foi, de novo, escolher poucas fotos. É CLARO que a parte do “poucas fotos” não foi realizada com sucesso. Mas eu me refiro mesmo às fotos que realmente ficara, boas, porque muitas delas foram tiradas no escuro.

A informação sobre “fotos no escuro” foi só pra dar a dica de que o nosso segundo destino tem muito mais vida noturna no que diurna. Já sabem de onde estou falando, né? VEEEEEGAAAAAAS!

Foram oito horas de viagem de San Francisco a Las Vegas. Oito horas que nos renderam infinitos rodízios de motorista, infinitas músicas, infinitas risadas e infinitas fotos do deserto. Eu fiquei muito animada por estar cruzando aquelas estradas que a gente cansa de ver em filme, com cactos e postos de gasolina no meio do nada!

A viagem de carro é só um spoiler do que é a tão esperada Las Vegas. Pegamos uma temperatura de 40º na escala Celsius nas três noites que passamos lá! Achei que fosse derreter, de verdade! A má notícia é que a água encanada de Vegas tem um gosto horrível! (Pra quem não sabe, a água encanada dos States é realmente potável e “bebível”) Foi um choque muito grande aceitar isso. A boa notícia é que tudo é bem barato (pasmem), e encontramos uma lojinha perto do nosso hotel que vendia duas garrafinhas de água por $1.00 sem impostos! Tudo é realmente bem barato em Las Vegas! Desde hoteis, comida, roupas e souvenires. Isso porque a única preocupação daquela cidade estratégica e maravilhosamente projetada é que seus visitantes gastem em cassinos.

Isso é bem “contraditório”, né? Quero dizer… Quando você pensa em Las Vegas, logo pensa no luxo e no quanto tudo deve ser caro. E foi bem o contrário! De todas as nossas estadias, Vegas foi o lugar mais barato! E fora isso, preciso dizer com todas as letras o quanto essa cidade é maravilhosa dos pés a cabeça. Tudo é impressionantemente muito bem pensado para os turistas. Nem dá pra acreditar que toda aqueça grandiosidade foi construída no meio do nada!

Pois bem! Logo na primeira noite fomos em uma balada INCRÍVEL. Foi a melhor da minha vida, sem brincadeira! Aliás, vocês mesmos poderão julgar as minhas palavras pelas fotos do post. Assim como NYC, as baladas de Las Vegas também se promovem convidando pessoas de graça, o que claro, fez as au poors pairs irem ao delírio, riri. Quem acompanha meu instagram deve ter achado que eu sou a ryca, phyna do rolê, mas não se iludam!

Nessas três noites que passamos em Vegas também fizemos uma pequena viagem de quatro horas até o Arizona para conhecer o Grand Canyon e cruzar a famosa Rota 66. Preparem os corações para essas fotinhos ma-ra-vi-lho-sas.

Ok, já falei demais! Quero ibagens, comandante Hamilton!

Pra quem achou que a primeira foto em Vegas seria na famosa plaquinha de “Welcome to fabulous Las Vegas”, sinto decepcionar… Pois as primeiras ibagens serão da minha fabulosa noite. Afinal de contas, “What happens in Vegas…”

 

“Stays in Vegas”! E aí? Menti sobre a balada mais incrível dos últimos tempos? Fechemos essa sessão com uma foto de baixíssima qualidade minha com as migas na piscina marota e sem comentários, né?

Quem disse que nunca fui à Paris?

Uma curiosidade (que talvez não seja curiosidade pra vocês, mas foi pra mim), é que é possível entrar em todos os hoteis, porque é neles que a maioria dos cassinos se encontram. E por esse motivos, os hoteis são atrações, e eles aproveitam isso para criar mais e mais atividades para o turistas, como aquários, shoppings e mais um tantão de outras coisas que super valeu à pena ver!

  

Senhoras e senhores… O Grand Canyon \o/

Ê, meu Brasil. O lugar do qual aprendi a ter tanto orgulho! <3

Pronto, só pra não deixar vocês desapontados, uma fotinho na placa de Las Vegas com as girls mais maravilhosas do mundo <3

Eu saio de New York, mas New York não sai de mim <3

Ufa! Acho que dá pra encerrar esse post, nénão? Espero que não tenho se cansado! Gostaram da segunda parte da minha road trip? <3

Translate »