Um ano de Natália na terra do tio Sam

Em 31.08.2016   Arquivado em Por aí

É verdade que todas as nossas escolhas mudam o curso das nossas vidas. Mas são apenas algumas escolhas que nos mudam para sempre. E embarcar no avião da American Airlines com destino a New York há exatamente um ano, sem sombra de dúvidas, me mudou para sempre.

Cheguei aqui crua. Quem me conhece sabe que eu mal cozinhava arroz…! Aposto que muita gente pensou “ela não vai conseguir. Já já volta para debaixo das asas da mamãe.” Eu sei que alguém aí pensou, porque eu mesma pensei! Muitas vezes ainda acho que vou fazê-lo, sinceramente falando.

Mas toda vez que esse pensamento surgia, eu lembrava o quão grande era o meu sonho de estudar e morar fora, de tudo o que eu fiz e o que eu sacrifiquei para estar aqui. E de repente a gratidão voltava e tudo parecia fazer sentido novamente.

Quando cheguei à terra do tio Sam…! Meu Deus, não vou negar. Fiquei deslumbrada e até meio frustrada porque parece que aqui tudo funciona! As pessoas não julgam, as leis são respeitadas, os preços das coisas são justos, a água da torneira é potável e digerível…!

Só que assim como aprendi a amar o país que me recebeu de braços abertos, comecei a dar valor ao meu país de origem. Aprendi que mesmo com os problemas pelos quais o Brasil está passando atualmente, não há lugar como o nosso lar. Não há comida tão saborosa quanto a nossa. Não há pessoas tão amáveis e calorosas como o brasileiro. Não há palavra no mundo capaz de substituir ou explicar o sentimento mais bonito e mais brasileiro do universo: saudade.

Saudade de ficar até tarde com a minha mãe na sala e acabar adormecendo ali porque havia passado o dia trabalhando e queria passar mais tempo com ela; saudade dos conselhos do meu pai que vinham do nada, mas sempre na hora certa; saudade de ouvir o Max latir porque o meu pai estava chegando do trabalho; saudade dos encontros com as amigas de escola; saudade dos churrascos com os amigos; saudades do Natal bagunçado com a família. Saudade. Simplesmente saudade.

Mas além da saudade que cresceu dentro de mim, um outro sentimento também assolou o meu corpo. E eu só tive consciência disso na noite passada, quando dirigia rumo ao Brooklyn, com as luzes de Manhattan me abraçando. Quando eu avistei um avião no céu.

Meus olhos marejaram instantaneamente ao me lembrar de que sim, há um ano era eu quem voava em um daqueles. E naquele momento eu estava a observar um avião que com alguma possível certeza no mundo trazia muitas vidas para uma nova e grande aventura como a minha.

O sentimento do qual eu falei logo acima eu vos digo agora: orgulho. Orgulho de saber que eu tive a coragem que nem todos possuem, de largar o conforto rumo ao desconhecido. Orgulho por eu não ter desistido quando cheguei e pensei naquele primeiro momento “não vou conseguir” (porque eu consegui!). Orgulho de ter mudado e amadurecido, mas não ter perdido os meus valores e a minha essência. Orgulho da minha história e de como ela me trouxe até aqui. Hoje, independente de quanto dinheiro eu tenho no bolso, independente do glamour que isso tudo pareça ter, eu finalmente posso dizer com a boca cheia que eu sinto orgulho de quem eu me tornei. E de quem eu ainda vou me tornar.

Obrigada, Brasil. Obrigada, Estados Unidos.

Um rolê por New York #4

Em 09.11.2015   Arquivado em Por aí

DivNewYork4

AIAI! Depois de muitos puxões de orelhas e cobranças, trouxe mais fotinhos do que tem sido morar aqui em NYC, gente. Vou confessar que ainda tenho MUITAS fotos pra postar, mas quero falar sobre tanta coisa que acabo me desorganizando com relação a isso, mals aí :B

A verdade é que esses dias eu tenho me focado mais na minha inspiração também. Tenho me sentido fora dos eixos criativos nas últimas semanas, o que pra mim é desesperador – exceto com relação às crônicas. Graças aos céus, ideias não me faltam pra essas histórinhas <3. Sei o que vocês estão pensando… “Ela está em New York e está desinspirada?! Pode isso, produção?!”

Crack

Poder não pode, mas não escolhemos quando esse tipo de coisa vem nos assombrar, né? Por isso estou lutando contra esse mal! E antes que venham falar qualquer coisa, entendam que não é FALTA DE IDEIAS. É falta de organização das ideias, mesmo.

Anyway! Explicado o drama da minha vida que acho que devo a vocês explicar, vamos ao que realmente importa! Vocês vão ver pouquíssima coisa do Central Park, que ainda não tive tempo pra explorar, acredita? Também vão ver a coisa mais linda que é a Brooklyn Bridge de noite. É simplesmente INCRÍVEL. Não tenho outra expressão melhor pra descrever. A palavra que gosto de usar em inglês seria breathtaking, e jájá vocês vão entender o porquê. Vem comigo <3

IMG_0889 IMG_0895 IMG_0901 IMG_0902 IMG_0910

IMG_0913 IMG_0916 IMG_0912 IMG_0897

IMG_0918

IMG_1219

CPOM7711

IMG_0928 IMG_0954

IMG_0962 IMG_0966 IMG_0968

IMG_0971 IMG_0972 IMG_0974 IMG_0976

PS1: Reconheceu essa pic de algum lugar? Não, não é coisa da sua cabeça! Ela ilustrou a crônica “Ponte”, que aliás tem tudo a ver com essa paisagem! Vem ler <3

IMG_0978 IMG_0980 IMG_0992 IMG_0998 IMG_1007 IMG_1010 IMG_1042 IMG_1131

IMG_1100

Um rolê por New York #2

Em 24.09.2015   Arquivado em Por aí

DivNYC

Adivinha quem deu umas passeadinhas nas últimas semanas e tirou 238934 fotos para trazer pra vocês a percepção de New York através dos lindos olhinhos dela? *-*

Pois bem, sei que prometi e deveria ter cumprido antes, mas se eu contar a correria que é cuidar de dois boys vocês nem vão acreditar, seriously.

Enfim! Vou falar de coisa boa, mas não é Tekpix e nem Top Therm. Fui na Times Square (mas dessa vez fui de noite), conheci um pouquinho do Brooklyn, fui na Brooklyn Bridge e no Brooklyn Bridge Park! Foi mais que um combo e consegui fazer bons cliques! Vocês também vão a ter a ilustre honra de ver fotinhos aleatórias das minhas semanas aqui, boa sorte.

IMG_1313 Processed with VSCOcam with f2 preset Processed with VSCOcam with f2 preset Processed with VSCOcam with x1 preset IMG_1343

IMG_1345IMG_1350 IMG_1351 IMG_1365

PS1: Coisas que você só encontra nos metrôs de NYC. Um ser levando um peixinho.

IMG_1368 Processed with VSCOcam with c1 preset IMG_1378 IMG_1379

IMG_1385

PS2: Amiguinha linda e praticamente conterrânea <3

IMG_1389

PS3: Um pouquinho do que é a Times Square de noite <3

IMG_1390 IMG_1391 IMG_1392 IMG_1395 IMG_1396 IMG_1397 IMG_1398 IMG_1400 IMG_1404

PS4: Aquelas fotos que você tira super sem querer e fica com cara de Tumblr. AMEI <3

IMG_1414

IMG_1430 IMG_1431 IMG_1432

PS5: Momento Brooklyn/Brooklyn Bridge/Brooklyn Bridge Park

IMG_1442 IMG_1444 IMG_1447 IMG_1452 IMG_1455 IMG_1462 IMG_1467 IMG_1468 IMG_1481 IMG_1484

 with lv03 presetIMG_1493 Processed with VSCOcam with c1 preset

IMG_1580IMG_1496

IMG_1498 IMG_1499  IMG_1507 IMG_1509 IMG_1512 IMG_1513 IMG_1515 IMG_1516 IMG_1517 IMG_1518 IMG_1523 IMG_1524 IMG_1525 IMG_1526 IMG_1531 IMG_1538

PS6: “Eu já estou até vendo a Estátua da Liberdade. Muito pequena, é claro.” Fãs de Titanic entenderão <3

IMG_1539

IMG_1541 IMG_1542 IMG_1543 IMG_1544 IMG_1546 IMG_1554 IMG_1555 IMG_1558

PS7: Três Natálias incomodam muita genteeee! <3

IMG_1560 Processed with VSCOcam with c1 preset IMG_1652 IMG_1653 Processed with VSCOcam with c1 preset IMG_1705

PS8: Naughty dogs <3

IMG_1715 Processed with VSCOcam with c1 preset Processed with VSCOcam with t1 preset IMG_1729

PS9: Adoro tirar foto das casinhas, então me aguentem.

IMG_1755 IMG_1756 IMG_1759

Espero que a qualidade das fotos esteja melhor pra vocês, meu povo! Agora vai ficar ainda melhor porque tô de celular novo. Prepara-te mundo!

Translate »