Uma carta ao meu super-herói

Em 09.08.2015   Arquivado em Off topic

Daddy

Daddy,

Sei que você não é muito de falar. A mommy diz que é coisa de criação, então com o tempo aprendi que seu jeito de falar não é exatamente falando. É fazendo.

Por isso gostaria que você soubesse o quanto eu reconheço e agradeço todo o seu esforço e a sua fé para me educar e sempre me dar o melhor. Por nunca deixar de me apoiar e acreditar no meu potencial.

Se hoje eu tenho 22 anos e já sou formada, é graças a você. Se estou prestes a realizar mais um sonho, também é graças a você. Aliás, graças a você e a mommy. que sempre me ensinaram a correr atrás dos meus sonhos sem pisar em ninguém. Que me deram a chance de compartilhar meus planos e minhas ideias. Que sempre ouviram o que eu tinha a dizer. Pra mim você não é só uma figura de respeito e autoridade. É também o meu melhor amigo, a minha inspiração.

Sei que também não sou muito de falar, embora acredito que você tenha notado o quanto eu venho me esforçando e encontrando oportunidades para te abraçar e dizer o quanto te amo. É porque não quero que você tenha dúvidas do que representa na minha vida.

Eu tenho 22 anos e você SEMPRE continuará sendo o meu super-herói. Admiro sua fé que nunca se abala; admiro sua força de vontade de ainda se levantar todos os dias para trabalhar; sua sutileza e sensatez para falar o que precisa ser dito.

Aprendi e ainda aprendo muito com você todos os dias, Bino. E se um dia eu puder me tornar pelo menos 1/3 do que você é já me darei satisfeita.

Tudo isso para dizer: FELIZ DIA DOS PAIS!

TE AMO ❤

O que eu nunca disse para a minha mãe

Em 08.05.2015   Arquivado em Inspiração

 

mommy

O Dia das Mães é domingo, mas eu sou ansiosa, não aguentei e postei, e daí?

Então, aqui estamos! Acho que você vai gostar disso, porque como eu, adora uma demonstração de afeto, né, mommy?

A brincadeira aqui é falar o que eu nunca disse pra você, só que como somos melhores amigas, acho difícil ter algo que eu sinta por você e eu já não tenha lhe dito. Mas acho que reforçar isso não doi, né? Até porque talvez eu já tenha dito, mas nunca com as palavras que você merece ouvir.

Sabe, mãe… Sempre achei que falar que você é minha melhor amiga seria clichê, porque acho que deveria ser uma coisa natural entre mãe e filha. Ser confidentes e tal. Mas a cada dia que passa descubro que na verdade, somos mais raras do que eu imaginava. Algumas das minhas amigas ainda ficam surpresas com a nossa relação, sabia?

Então resolvi deixar isso exposto e marcado aqui. Para que você não se esqueça que apesar dos nossos arranca-rabos (que não são poucos), das nossas discussões bobas e até de ciuminhos, você tem um lugar que ninguém tira. Porque você é sim a minha melhor amiga. Uma melhor amiga DUPLA. A melhor-amiga mãe.

Aquela que deixou de se vestir bem por muitos anos para que eu pudesse estudar em uma escola boa. Aquela que foi criticada ao longo dos anos por querer que eu tivesse uma boa educação e que por isso, engoliu bastante sapo sem reclamar.

Aquela que sempre prezou a amizade e a sinceridade entre a gente sem perder a autoridade e o respeito de mãe. Aquela que sempre me deixou à vontade para falar sobre o assunto que fosse. Que sempre me ouviu e me aconselhou. Aquela que soube me dizer quando eu estava errada e também soube assumir quando você mesma estava errada. Aliás, uma mãe que não tem medo de estar errada, porque antes de tudo, você é um ser humano, e seres humanos erram.

Não sei se você tem noção do quão sou grata por tudo o que fez e faz por mim todos os dias. Sei que não sou a melhor filha.

freakyfriday2

Sei que te respondi mal umas trezentas vezes, e que você me perdoou todas essas trezentas vezes, mesmo sabendo que eu poderia fazê-lo de novo. Porque mãe é assim, né? É sempre acreditar no melhor dos filhos. E você acredita. Sempre acreditou e apostou todas as moedas em mim. E se hoje eu sou quem eu sou, é porque você fez parte disso, é porque você estava aqui, ao meu lado.

freakyfriday3

É por isso que essa carta é uma lista de agradecimentos que nunca tive tempo de lhe dizer.

Então… Obrigada por sempre apoiar meus sonhos. Obrigada por me escutar sem julgar. Obrigada por essa amizade e cumplicidade.

mom3

Pelas risadas. Pelos puxões de orelha. Pela paciência e pela fé em mim. Obrigada por me acompanhar em tantas enrascadas e sempre tirar a melhor lição e a melhor risada das situações. Obrigada pelas noites mal dormidas, pelo colo oferecido na hora de derramar as lágrimas. Pelos sacrifícios do dia-a-dia.

acordar

Obrigada pelos desenhos desengonçados para me agradar, pelos presentinhos para me animar. Por me entender. Por se doar. Por me amar.

mom2

E quer saber? Eu te amo. Bastante. Muito. Louca e infinitamente. E eternamente.

 

Ps: Essa postagem faz parte do projeto do Rotaroots, um grupo que preza pela volta dos tempos de ouro dos blogs! Caso tenha gostado, peça solicitação no grupo do Facebook para participar de discussões e ver os temas do mês! <3

Translate »