Insanamente

Em 07.07.2015   Arquivado em Crônicas

Insanamente

Minha mente é daquelas que funcionam de maneira insana na madrugada. Isso doi, machuca, corroi.

Pois é quando o silêncio da rua nasce, na calada da noite, que tudo começa a pipocar dentro da minha cabeça. Meus fantasmas acordam e resolvem fazer uma festa.

A amiga insônia é a primeira a chegar, o que me faz ficar deitada, encarando o teto. E se fecho os olhos, sou importunada por aqueles pensamentos que simplesmente não me deixam.

Continuam fortes, correndo pela minha cabeça. Não entendo muito bem de anatomia nem de como o corpo funciona, mas tenho a impressão que existe um atalho do meu cérebro que vai direto ao coração, porque os pensamentos brincam dentro de mim como crianças correm em um parque de diversões. E quando atinge o meu coração, o pensamento que era pensamento se torna sentimento. E essa é a hora que eu mais sofro.

Sofro sentindo o que já passei e o que estou para passar. Sempre fui dessas de sofrer por antecipação, sabe? Daquelas que vive num eterno drama, sofrendo antes, durante e depois.

Essa sou eu, insana e imprecisa como um tornado. Intensa como a própria força da natureza. Mas enganados aqueles que acham que sou dura feito uma rocha, firme feito as raízes das árvores. Sou tão frágil e tão mutável quanto aquela folha que você vê caindo e dançando com o vento até chegar ao chão. Aliás… É onde eu sempre termino depois de passar a noite em claro pensando. No chão.

  • Karoline

    Em 07.07.2015

    Que blog liiiindoooo!! Como eu não conheci antes?? :O
    amei e ja estou seguindo nas redes sociais pra ficar por dentro <3
    Beeijos

    http://apequenaka.blogspot.com.br/

  • Gabriela

    Em 07.07.2015

    Ahh me identificando mil com o seu texto também! Os pensamentos de madrugada, adoram me perturbar e não me deixar dormir também ):
    Espanta, que passa kkk
    Beijosss

  • Rony Erisson

    Em 07.07.2015

    Se tivesse como, eu te daria um abraço agora!
    Porra, me identifico demais com isso. Esses dias mesmo, fui dormir às 5:23 EXATAMENTE!
    Comecei pensar em várias coisas e nas possibilidades de darem errado, mas também se dessem certo…
    Começo me cobrar coisas que, sinceramente, durante o dia nem passam na minha mente! É foda.
    E quando chega no quesito "sentimentos", vish… pode botar 8:00 da manhã então, rs.

    Abraço grande.

  • Lytah

    Em 07.07.2015

    Nossa, sofrer por antecipação = MUITO EU. Se tenho uma coisa 'x' agendada daqui 10 dias, são 10 dias de sofrimento infinito haha. E entrevista então? Morro até receber feedback e se ele não vem, morro mais ainda. Dormir de noite é difícil com a cabeça a mil… Seria esse um mal comum de jornalista? haha

  • Allie Próvier

    Em 07.07.2015

    "Continuam fortes, correndo pela minha cabeça. Não entendo muito bem de anatomia nem de como o corpo funciona, mas tenho a impressão que existe um atalho do meu cérebro que vai direto ao coração, porque os pensamentos brincam dentro de mim como crianças correm em um parque de diversões. E quando atinge o meu coração, o pensamento que era pensamento se torna sentimento. E essa é a hora que eu mais sofro."
    Pare de me descrever, Nats. Faz favô, hahaha.
    Tem hora em que eu penso que sofrer é quase um vício. Vai se apossando de você em qualquer situação, sem você perceber. Eu não sei se é porque tenho pinguinhos de tristeza acumulados lá no fundo, ou se é muita sensibilidade mesmo, mas só de imaginar uma situação triste qualquer acontecendo comigo, por mais impossível ou sem nexo que ela seja, eu já sinto aperto no coração e fico triste. O dia inteiro, e ponto. Haja paciência comigo mesma, hahahaha.
    Amei o texto, Natsssss <3

    Lovecats | allieprovier.blogspot.com

  • lorenarupar

    Em 07.07.2015

    Você me definiu nesse texto de uma forma espetacular, sou exatamente assim. No último trecho então nem se fala kk Meu namorado sempre fala que eu sofro tudo antes das coisas acontecerem e que por isso as vezes sofro atoa kk

Translate »