Categoria "Off topic"

Game: Kim Kardashian Hollywood

Em 19.06.2015   Arquivado em Off topic
Kim1

Foto Ilustrativa. Créditos: http://www.imore.com/kim-kardashian-hollywood-20-lets-you-virtually-live-out-kim-yes-fairytale-wedding

Hora de ser julgada, porque sim! Já que o blog é reflexo de mim mesma, resolvi compartilhar com vocês um jogo que eu estou viciada já tem MESES. O que é uma situação rara, porque eu costumo enjoar rápido de joguinhos. Aí achei que valia a pena, né?

Bom, pra quem não conhece, senhoras e senhores, lhes apresento o game Kim Kardashian Hollywood. Nas minhas andanças pela internet, acabei descobrindo essa belezinha, e o aplicativo logo me chamou a atenção. Por quê?

Sempre gostei de joguinhos que você tem que progredir com um personagem personalizado… Logo no início do jogo, você tem que montar o seu próprio personagem, e eu A-MEI! Ah, e você pode ser menino também, viu?

Kim2

E eu nunca tinha visto nada igual! No jogo, você, por alguma casualidade da VIDA, acaba salvando a vida da Kim em uma noite de gala, e vocês se tornam BFF’s for life! Eu achei a ideia super divertida, porque ela acaba te ingressando no mundo das passarelas e tudo mais! Isso mesmo! Você passa de desconhecido(a) para uma super celebridade! Claro que isso tudo é fruto da sua jogabilidade e tudo mais.

No começo, você é apenas uma celebridade “E”… Ou seja, um(a) Zé Ninguém. Você tem que se esforçar MUITO pra aumentar a sua importância e ser uma Celebridade Top A-List. Precisa ter encontros e se dar bem no amor… Se vestir bem, mudar sempre o visual… Tudo isso faz você aparecer nas notícias! E você sempre está em contato não só com a Kim, mas com outros personagens que vão surgindo ao longo do jogo! E existem até diálogos com piadinhas, gente. Algumas vezes você também deve fazer a escolha da melhor resposta e tudo. E todas as suas ações refletem na sua fama!

AH! Até mesmo um empresário e uma inimiga mortal você ganha!

Esse é o fofo do Simon, meu empresário super paciente e que não entende NADA de tecnologia. Precisa ver, chega a ser cômico!

Kim3

Com vocês, a intragável Willow Pape, a maior inimiga do universo, que cria boatos na internet e tudo mais para te derrubar. HUMPF.

Kim4

E o que eu mais gostei é que desde que comecei a jogar, muita novidade acaba surgindo. Frequentemente o aplicativo é atualizado com novas missões, roupas, penteados… Ah, é mesmo! Além da grana que você ganha pra comprar roupas, casas, carros, também tem as Koins, as moedas especiais da Kim. Você tem que suar a camisa pra conseguí-las! E elas valem super a pena, porque te dá a oportunidade de comprar roupas e cabelos mais estilosos e exclusivos, o que faz você ganhar mais notoriedade ainda na mídia. Você pode conquistá-las ao aumentar de nível, ao completar alguma missão especial ou nos presentes diários que você ganha! Todo dia abre uma aba especial de presentes, e você escolhe qual você quer. Sempre vêm coisas boas!

Kim5

Kim6

Achei o aplicativo muito completo! Você pode sempre conhecer novos namoradinhos e tudo mais. Aliás, isso é meio que um conflito interno pra mim, porque no mundo de Kim Kardashian Hollywood você pode sair com vários caras mesmo sendo comprometida e não ser uma completa bitch. Só que eu não consigo, gente, sou fiel ao meu querido e ruivo Matthew. Sou casada, bjs.

Kim7

Como já disse, o jogo é sempre atualizado com mais novidades e missões especiais. E acho que isso é o que mais me anima a jogar, porque sei que o aplicativo não foi esquecido nem jogado às traças.

A última novidade do jogo foi que recentemente mais duas irmãs da Kim aparecem no jogo: Kendall e Kylie Jenner! *-* Anteriormente apenas a mãe de Kim aparecia, e achei isso mega top! E ficou tão fofo que agora a Kendall e a Kylie também vão ter um joguinho! Mal posso esperaaaaa a a a ar!

Foto Iustrativa. Créditos: https://twitter.com/hajiking812

Foto Iustrativa. Créditos: https://twitter.com/hajiking812

Agora, é claro que apesar de eu ser toda amores com esse joguinho, preciso falar a parte chata do aplicativo. 🙁

Quando você realiza as missões, perde carga de energia, e quando ela acaba, precisa esperar que ela carregue sozinha (ou pode sair de fininho das missões e caçar pelas cidades que você é permitida ir, porque há várias dessas carguinhas escondidas por aí). Muitas vezes demora um tempinho que te deixa impaciente e desesperada, porque dependendo da missão, você tem um certo tempo para realizá-la. Às vezes 1h, 2h, 3h ou 8h. Imagina a tensão!

Se você quiser, pode comprar na lojinha, mas aí você gasta dinheirinho de verdade, né? E me desculpe, ainda não sou (e nem serei) viciada nesse nível! Ham.

Outra coisa super chata é que você DEVE estar online, com 3G, Wi-fi ou o raio que o parta para poder jogar. E se você deixar de jogar, vai perdendo a fama e caindo do nível A. 🙁 Então tem que estar SEMPRE jogando e jogando e jogando e jogando…

Bom, acho que é isso, galere! Consegui contar um tantão sobre esse aplicativo mara! Espero que gostem e entrem pro time Kim Kardashian Hollywood. <3

Kim-Kardashian-gif-6

Alguém aí já joga? Quer contar um pouquinho da experiência? Somos todos ouvidos!

Receitinha: Pipoca Saudável

Em 08.06.2015   Arquivado em Off topic

DivPipoca

Hoje vim mostrar uma outra opção de lanche que eu tenho comido bastante ultimamente: a pipoca. SIM, pipoca. Se vocês vierem em casa domingo as 22h, primeiro pode ter certeza que eu não vou atender porque estarei assistindo Game of Thrones, mas também é certeza que me encontrarão comendo pipoca. A pipoca faz muito bem para a saúde se consumida de forma moderada e o mais importante: feita da forma correta. Então, pode esquecer as pipocas feitas no óleo ou os pacotes para microondas.

Bob

Mas por que a pipoca faz bem para saúde? Bom, pipoca é milho e milho é uma ótima fonte de fibra e carboidratos e pouquíssima gordura, e a gordura encontrada na pipoca é da família do Omega-6 que faz super bem para o coração. Além disso, ela possui polifenóis com ação antioxidante que combate os radicais-livres, colaborando com o rejuvenescimento da pele! E, como se não bastasse, se consumida antes de dormir, o triptofano presente ajuda a proporcionar uma boa noite de sono.

Bom, ficou claro que a pipoca é ótima para quem está de dieta, mas qual a maneira correta de prepará-la?

 

VOCÊ VAI PRECISAR DE:

Ingredientes

★ Milho de pipoca;

★ Uma colher;

★ Uma faca;

★ Um recipiente de vidro;

★ Plástico filme;

★ Microondas;

★ Tempero a gosto (uma pitada de sal, uma colher de adoçante – depende se você quer doce ou salgada. E sim, eu como ela doce porque sou uma formiga e fica incrivelmente bom).

 

MODO DE FAZER

A quantidade de milho que você vai utilizar depende da quantidade prescrita para sua dieta, mas a ideia principal é utilizar uma medida de milho para a metade de água. Então, por exemplo, se você utilizar uma colher de sopa de milho, coloca metade da colher de água. Se forem duas colheres de milho, uma colher de água. Dito isso, fazer a pipoca é simples. Você vai:

modo2

  1. Colocar o milho, a água e o tempero de sua preferência no recipiente de vidro – é importante que seja de vidro porque quando você for fechar, o plástico filme vai grudar no vidro, coisa que não aconteceria com um pote de plástico;
  2. Fechar com o plástico filme;
  3. Fazer uns 5 furinhos no plástico com a ajuda de uma faca;
  4. Colocar no microondas, na potência máxima, por 10 minutos.

ATENÇÃO: Na hora de retirar o recipiente de vidro do microondas, tome muito cuidado. Lembre-se que ele ficou sob efeito de aquecimento por muito tempo! Por isso, utilize um pano ou uma luva!

É bastante tempo, parece que não vai dar certo, mas vai! O tempo varia bastante para cada tipo de micro-ondas, então é importante ficar de olho. Já fiz em microondas que demorou 5 minutos pra começarem a estourar as pipocas e já fiz em microondas que em menos de 5 minutos já tinha estourado tudo. No MEU microondas, as pipocas começam a estourar por volta dos 5 minutos e quando dá uns 9 minutos já estou desligando… Vocês devem desligar quando o tempo de uma estourada para outra já estiver bem espaçado. Fiquem atentos!

Passando isso, sua pipoca está pronta. Feita na água e super saudável!

pronta

Parece difícil, mas é muito fácil! Só precisa ficar atento em alguns detalhezinhos, mas vale super a pena.

 

Gostaram da dica de hoje? Espero que sim! Comentem para eu saber o que acharam!

 

Beijinhos.

Receitinha: Bolo de Banana Integral

Em 27.05.2015   Arquivado em Off topic

OI, GENTE. Como fiquei sumida, não é mesmo? Peço desculpas, mas várias coisas aconteceram na minha vidinha que fizeram me desligar do mundo da internet por um tempo. Porém, entretanto, contudo, todavia, voltei! E voltei com uma receitinha que eu amo e que me ajudou bastante no começo do processo de emagrecimento. BOLO DE BANANA INTEGRAL!

banana_despicable_me

Amo doce, amo bolo, amo banana, amo bolo de banana. Minha fruta preferida, de longe, é a banana. Tem o ano inteiro e cai bem com TUDO. Bolo, açaí, pão integral (sério, amo banana no pão). Eu tinha algumas bananas bem maduras aqui em casa que já estavam bem passadas para serem comidas então decidi fazer esse bolo e mostrar pra vocês. É uma ótima opção para um lanchinho. Então, sem mais delongas, vamos a receita.

 

INGREDIENTES

ingredientes

★ 3 bananas

★ 3 ovos

★ ½ xícara de leite desnatado

★ 2 colheres de sopa de óleo de coco (acredito que margarina light também funciona, mas nunca testei)

★ 3 colheres de sopa de adoçante culinário

★ 1 xícara de chá de farinha de trigo integral (acha facilmente em mercados)

★ 1 xícara de chá de aveia

★ 1 colher de sopa de fermento

★ Canela em pó a gosto

 

MODO DE FAZER

modo

Bater 1 banana e meia e o resto dos ingredientes no liquidificador, menos o fermento, até obter uma massa homogênea (se precisar, desligue o liquidificador e raspe as laterais do copo com uma colher). Quando tudo estiver bem misturadinho adicione o fermento e bata pouco, apenas para incorporar na massa. Em uma forma média untada e enfarinhada (uso uma de silicone que não é preciso untar), coloque a massa. Por cima, adicione o resto das bananas cortadas em rodelas e salpique um pouco de canela. Assar por 30 minutos a 180 graus (essa parte eu nunca sei ao certo… fique de olho e faça o teste do palito).

Bem facinho, né? Uma pena que eu não consegui uma foto do bolo depois de assado, minha mãe cortou e não tirei a foto. Uma prova de que esse bolo é gostoso! Faz bastante sucesso aqui em casa. Hahaha. E vocês podem incrementar um pouco mais caso queiram! Colocar uvas-passas, nozes quebradinhas. Vai do seu gosto.

 

Gostaram da receita? Comentem para eu saber o que acharam!

 

Beijinhossss.

TAG: 7 Coisas

Em 22.05.2015   Arquivado em Off topic

Div7Coisas

Então! Não sou muito de responder indicações de TAGs porque sou péssima para responder fatos sobre mim, maaaas a Allie, do maravilhoso blog Lovecats, me indicou para responder a TAG 7 Coisas. E não é que eu me interessei pelo tema? Resolvi tentar! Vamos ver o que sai aqui…

7 coisas para fazer antes de morrer:
1. Fazer um mochilão
2. Casar e ter filhos
3. Escrever uma saga de sucesso (apenas)
4. Ter uma ideia que me dê reconhecimento
5. Aprender a cozinhar
6. Correr 10 km
7. Fazer um curso de mergulho ou algo do tipo para conhecer um tequinho do oceano

7 coisas que eu mais falo:
1. Af…
2. Mentira! (tipo “não acredito!”)
3. Ninguém merece…
4. Nem me fale!
5. @#$%!
6. Tá, né…
7. Não queria mesmo!

7 coisas que eu faço bem:
1. Aconselhar as pessoas
2. Escrever (né?)
3. Waffles
4. Concluir tarefas
5. Criar histórias
6. Criar expectativas demais
7. Fazer as pessoas rirem

waffles

7 coisas que eu NÃO faço bem:
1. Cozinhar
2. Dançar
3. Ter paciência
4. Ser calma
5. Ser otimista
6. Jogar futebol
7. DIY

7 coisas que me encantam:
1. O barulho da chuva
2. Fotografias de coisas inanimadas
3. O destino
4. Pessoas
5. Luzes
6. Cenários urbanos
7. O céu

luzes

7 coisas que eu amo:
1. O barulho da chuva batendo contra a janela
2. Escrever
3. Ler o dia inteiro
4. Ficar sozinha
5. Frio
6. Família/amigos/boyfriend
7. Meu cachorro (na verdade filho) Max
 

7 coisas que eu NÃO gosto:
1. Mentiras
2. Falta de originalidade
3. Pessoas sem personalidade
4. Injustiça
5. Calor
6. Cebola
7. Ficar sem fones de ouvido

7 blogs que eu indico:
1.  Vamos de Van
2.  Letícia Franco
3.  Garota Veneta
4.  Imprevistos Musicais
5.  Pequena Veríssimo
6.  Twee
7. Penúltimo Andar

 

Bom, eu acho que é isso. Tentei, people, então me tratem com amor e carinho, ok? Quem também tiver gostado da TAG está convidado a participar mesmo não tendo sido indicado, viu?

Bullying não é brincadeira!

Em 07.05.2015   Arquivado em Off topic

 

bullying

Não, não saia. Não feche a aba do seu navegador agora que você viu o assunto do qual eu vim falar hoje. Já está cada vez mais comum as pessoas ignorarem o tema por acharem que é bobeira, que falar de bullying é algo totalmente clichê.

Se fosse clichê, com certeza não haveria tantos casos se desenrolando dentro das escolas do mundo todo, dia após dia. Aliás… Achar que o sofrimento das pessoas é clichê é algo muito grave. Só confirma o quanto os valores da sociedade estão completamente invertidos.

Eu sei que já tiraram sarro de você. Já tiraram sarro de mim também, mas felizmente eu fui uma criança bem comunicativa e do tipo que não levava desaforo pra casa. Mas sabemos que cada pessoa é uma pessoa, cada mente é um universo diferente. Eu sabia me defender, me impor. Mas e aquele carinha inteligente e quietinho que sentava sozinho na sua sala? Será que ele sabia se defender? E aquela menina um pouquinho acima do peso? Será que ela sabia se defender? Será que ela era gordinha porque queria?

bullying1

Mas a pergunta que não quer calar é… Por que as pessoas se importam e se incomodam tanto quando alguém acaba destoando em meio a sala? Eu tenho a resposta, quer saber? Tudo se resume a uma palavra: intolerância.

E ao contrário do que muitos pensam, infelizmente, ser intolerante nem sempre se trata da educação que os bullies (quem pratica o bullying) receberam em casa, apesar de isso colaborar bastante. Sabe do que se trata? Caráter.

Porque não é possível que alguém seja capaz de se divertir ofendendo, provocando e agredindo outrem. Pra mim, essa pessoa tem que ter muitos probleminhas internos pra achar isso engraçado. Porque não é engraçado, cara. Pode até ser na hora, quando você é do tipo de pessoa que precisa ser o centro das atenções e gosta de fazer os coleguinhas rirem das suas piadas, que para serem engraçadas, precisam machucar alguém. Mas será que você vai achar engraçado quando encontrar aquele cara inteligente e sem amigos doente? Será que vai ser engraçado quando descobrir que aquela menina acima do peso acabou sofrendo de anorexia? Será que você vai achar engraçado quando souber que a culpa é sua?

bullying2

Então eu peço que entenda esse texto não como mais uma frescurinha, de uma revoltada em busca de revolução ou coisas do tipo. Isso aqui é só um apelo a um assunto que precisa ser melhor compreendido.

Como trabalho de conclusão de curso da faculdade, eu e um amigo escrevemos um livro-reportagem chamado “Fim do Silêncio – Retratos do Bullying”. Nele, trouxemos depoimentos de 5 vítimas do bullying e as consequências que as agressões (físicas ou psicológicas) trouxeram a elas, além de entrevistas com profissionais das áreas jurídicas, psiquiátricas e pedagógicas para falar sobre esse fenômeno social.

livro

Nós produzimos esse livro porque frequentemente vemos como a imprensa trata do tema “bullying”. O que você vê na mídia? “Adolescente invade escola e mata alunos”. “Adolescente sofre bullying por ser bonita”. Sim, o tema só entra em discussão quando algo do tipo acontece. Mas nenhuma matéria com profundidade, nada que explique o tema ou as motivações dos casos. Então, resolvemos trazer algo diferente, mostrando como as vítimas se sentiam, o que elas passavam, o que elas pensavam no momento em que estavam sendo agredidas. A ideia é fazer com que os leitores sintam na pele o que essas vítimas já sentiram. Uma maneira incomum de conscientizar a sociedade. Ainda não temos nosso livro disponível. Estamos pensando em investir e procurar alguma editora que se interesse pela obra.

Mas caso tenha se interessado pelo tema, você pode conhecer mais casos reais de outras pessoas que sofrem ou sofreram com esse mal social. Seguem duas indicações.

 

O garoto que cantou sua história de vítima do bullying no “Britain’s Got Talent” – Legendado

 

Documentário “Bullying”

 

Como indicação, também tem esse filme incrível com a Emily Osment, Cyberbully, que trata de um fenômeno que creio, todo mundo conhece. Vale a pena conferir! Deixo o trailer pra vocês sentirem um gostinho de quero mais!

Fica aqui a minha parte para um mundo melhor, gente.

O que vocês acham sobre o assunto? Fiquem à vonts para comentar!

Mudança de hábitos: Determinação

Em 13.04.2015   Arquivado em Inspiração, Off topic

 

postfit

Oi, gente! Demorei bastaaaante para aparecer por aqui, né? 😡 Tudo anda uma correria pra mim, semana de provas, um monte de documentos que preciso ficar indo atrás de urgência e confesso que acabei deixando um pouco de lado a ideia do blog por esses motivos. Mas uma coisa é certa: tardo mas não falho e aqui estou.

Pra este post, decidi falar um pouco melhor de como foi meu processo de emagrecimento e deixar algumas questões claras antes de começarmos com as receitinhas, que é a principal ideia pra essa coluna no Além do Meu Mundo.

Antes de tudo: não sou nutricionista, portanto não posso prescrever uma dieta de acordo com a necessidade de ninguém, por isso é super importante procurar um profissional pra te orientar melhor. Segundo: isso é o que funcionou/funciona comigo. Cada corpo funciona de uma forma e responde melhor a estímulos diferentes então, de novo, procurem uma nutricionista.

Bom, finalmente, vamos a minha história! Sempre fui gordinha, e hoje percebo que quando eu era pequena, queria sempre competir com meu irmão em relação a comida. Ele comia bolacha, eu também comia, ele comia leite condensado, eu também. O problema foi quando eu comecei a competir até nas quantidades e acabava exagerando, mas eu era criança e nem me importava com isso.

Minha mãe começou a me levar ao nutricionista (que de nada adiantou, porque eu queria era comer mesmo!) desde os meus 9 anos, e é claro, eu odiava. Foi nessa mesma época que eu comecei a jogar handebol, o que foi ótimo porque eu amava jogar e assim eu praticava exercícios. Não mudei minha dieta, mas com o tempo eu cresci e o peso deu uma distribuída melhor, mas ainda não era a menina com corpo mais saudável e nem mais magro.

Joguei handebol por 9 anos e me sentia bem com meu corpo, mesmo longe do ideal. Pesava 70 kg nos últimos anos, mas não fazia dieta nem nada, só praticava bastante exercício (treino em quadra 3x por semana e academia 5x a 6x por semana) e isso balanceava o meu consumo energético x gasto energético.

Quando parei de jogar, em cinco meses, engordei 7 kg! Quando comecei a me pesar e vi que estava tendendo a 78 kg parei e pensei NÃO PODE SER. E eu sabia que era tudo consequência do que eu estava fazendo comigo mesma. Voltei a academia em julho/2014, cortei todos os doces, frituras, diminui carboidrato e procurei comer o mais natural possível (todo esse processo sem nutricionista porque, como sempre frequentei, tenho uma noção da minha dieta necessária), fazia um dia lixo por semana (dia em que pode-se comer algo fora do cardápio saudável), e dessa forma emagreci 10 kg em 5 meses. É MUITA COISA.

 

Bia

Mas eu queria mais, eu sabia que eu conseguia mais, pois já estava pesando 67 kg, coisa que eu nunca pesei enquanto jogava. Foi aí que decidi ir a nutricionista, mais para fazer uma avaliação do que pedir orientação. Meu índice de gordura estava em 28% – o que é relativamente alto, mas dentro do padrão -, e meu índice de massa muscular 32%, o que ela considerou bastante alto. Eu ainda queria diminuir essa gordura então tirei o dia lixo e como limpo todos os dias da semana, sem pizzas de sexta, sem pastéis de sábado e sem domingo. O nosso corpo não sabe que é fim de semana, gente. Hahahaha. Com isso emagreci mais 6 kg / 7 kg. Hoje peso por volta de 60 kg e estou em processo de hipertrofia (ganho de massa muscular e diminuição do índice de gordura corporal). Ainda não voltei a nutricionista para refazer a avaliação, mas está na minha lista de afazeres. Hahahahaha.

O que é importante disso tudo que eu falei? Você consegue emagrecer sim! Com uma alimentação saudável e balanceada, e estou aqui para mostrar que fazer dieta não tem que ser chato. Eu aprendi a gostar de tudo o que eu como apenas variando a forma de preparo dos mesmos ingredientes e vou mostrar para vocês.

Acabei me prolongando demais, mas acho importante me apresentar e esclarecer esses pontos.

 

Essa semana tem post com receitinha, fica de olho!

 

E se você leu até aqui, obrigadinha e até a próxima. <3

O dia em que a Nina Dobrev me irritou

Em 08.04.2015   Arquivado em Na tela, Off topic

 

ninadobrev

A notícia não é assim tão nova. Fiquei sabendo da parada na última segunda-feira (6), por meio do próprio Instagram da Nina. Estou eu, linda e maravilhosa, olhando as fotos das pessoas que sigo quando me deparo com a imagem acima com um texto dela dizendo que irá sair de The Vampire Diaries.

Fiquei alguns segundos olhando pra postagem, depois de lê-la pelo menos duas vezes. Vocês que estão lendo devem estar pensando que sou uma fã crazy bitch que chora e fica comentando na foto “Se você sair eu, eu me mato!”, ou coisas do tipo. Mas não. Acho que ainda sou uma fã normal, do tipo que gosta de acompanhar as novidades e tudo mais. Por isso deixo claro que usei o caso da Nina apenas como âncora para falar do assunto.

Pois bem, continuando… A única coisa que consegui sentir naquele momento foi, nada mais nada menos… Do que raiva. “Por que raiva? Ela cansou, Nats. Todo mundo cansa.” Ah, eu concordo. Imagino que ser a mesma personagem por seis anos deve cansar mesmo. Às vezes procuramos novos horizontes. Se pessoas não-famosas fazem isso, porque as próprias famosas não podem? Zayn Malik está aí pra não me deixar mentir, cof cof.

O problema, gente… É que quando se é famoso, você carrega uma carga de responsabilidades muito maior. Você se torna uma figura pública, exemplo pra muitos e blablabla. Eu acho uma puta falta de sacanagem. Quando um ator assina uma porcaria de um contrato com uma série, ESPERA-SE que ele fique até o fim da PORCARIA DA SÉRIE. Por que faz isso, gente?

 

tumblr_m6lhemMALu1qzg103o6_400

Quando acompanhamos uma série, nos apegamos aos personagens. Se ele morre porque tem que morrer… Nós (muitas vezes) aceitamos. Agora quando o personagem morre porque o querido ator não se compromete com o trabalho… Ah não. Já é a segunda série que eu acompanho que acontece isso. Desfalca a história e me faz perder o interesse completamente. Crystal Reed (Allison Argent, de Teen Wolf) já me decepcionou. E me fez parar de assistir a série. Agora é a vez de The Vampire Diaries.

E atores… Não caguem mais nas séries por quererem abandoná-las, ok? É feio.

 

PS: Link da postagem da Nina na íntegra

Sobre sardas

Em 07.04.2015   Arquivado em Off topic

 

sardass

Pois é, resolvi falar dessas manchinhas que fazem parte da minha vida. E resolvi falar disso por dois motivos: porque tá na moda… E porque durante muito tempo eu escondi as minhas.

Todo mundo sabe como ser criança é enfrentar uma selva todos os dias quando se trata de ir à escola. Os coleguinhas sabem ser cruéis quando querem, né, gente. Todo mundo ganha apelido, não tem escapatória. E o meu foi “ferrugem” por um tempinho.

Não teria problema… Se eu não me importasse. Então, quando alcancei idade suficiente para usar maquiagem, passei a tampá-las com base, pó e tudo o que fosse capaz de escondê-las.

Isso durou bastante tempo, se querem saber. Não era algo que eu comentasse para as pessoas, mas realmente me incomodava ver as minhas amigas com aquela pele lisinha e sem nenhuma mancha, e eu cheia delas. Com o tempo (e por um mistério do planeta), de tanto usar bases que hidratavam a pele e coisa e tal, minhas sardas diminuíram.

E aí… Eu não sei o que deu em mim. Acho que aquela fase meio rebelde da vida, sabe? Resolvi ser quem me desse na telha, ou seja: eu mesma. Deixei minhas sardinhas à mostra… E adivinha só? Fez o maior sucesso!

Me preocupei durante tanto tempo com uma coisa que nem era algo com a qual eu deveria me preocupar, e hoje em dia tem gente matando e morrendo (exageraaada) por essas marquinhas que são consideradas o maior charme! Até a marca gringa Topshop lançou o Freckle Pencil, um lápis que simula marcas de sardas como maquiagem, acredita?

Pois é, mundo estranho! Quem te viu, quem te vê! E só pra provar que agora sou toda amores e que aprendi a usar essas manchinhas à meu favor, aqui vai uma fotinho minha, riri.

natssardas2

O assunto de hoje foi sardas, mas essa reflexãozinha pode se encaixar com qualquer outra coisa que envolva a sua aparência, viu? Encha-se de coragem e mostre quem é você de verdade! Você pode se surpreender com o resultado!

Fica aí algumas fotinhos de pessoas sardentas e muuuito lindas <3

 

people

E aí? O que vocês acham das sardinhas? Tem que esconder ou se jogar?

Opinião sobre dar opinião

Em 24.03.2015   Arquivado em Off topic

 

censure

Apesar da foto não fazer menção exatamente ao que vim falar hoje, acho que foi a imagem que mais conseguiu traduzir como venho me sentindo nos últimos tempos.

Para quem me conhece ou frequenta o blog, sabe que sou uma jornalista recém-formada, ou seja… Estudei muito sobre censura. E sim, fui muito censurada. Infelizmente isso acaba fazendo parte do meu dia-a-dia quando se trata da profissão que escolhi. Não vou dizer que estou conformada com isso, mas é algo da qual fui alertada desde o primeiro dia em que coloquei meu pé dentro da faculdade, não é algo que do qual eu já não tivesse conhecimento. Então vamos dizer que “tudo bem.”

Agora… Quem me conhece também, sabe que apesar de jornalista, tenho minhas próprias opiniões sobre as notícias e acontecimentos que vêm preenchendo o nosso dia-a-dia enquanto cidadã, pessoa de bem e tudo mais. Sabe que não sou o tipo de pessoa que sai publicando tudo o que pensa ou deixa de pensar sobre todos esses assuntos nas minhas redes sociais.

Só que todos os dias vejo essas minhas mesmas redes sociais lotadas de textos super bem elaborados, super bem escritos, super cheios de opinião… Mas também super cheios de intolerância. E sim, eu acho que o mal da sociedade é essa maldita intolerância. Por quê?

Porque a cada dia que passa eu sinto mais medo de expor o que eu penso. A sociedade está num nível que tudo o que é brincadeira, tudo o que é distração, acaba ganhando peso e medidas de algo que sequer foi pensado. Eu sei que temos que pensar e repensar em muita coisa antes de dizê-las, porque tudo tem mais de uma interpretação nessa vida. Toda história tem dois ou mais lados. Quem estudou jornalismo sabe bem disso. Mas interpretação e distorção são coisas bem distintas.

Vejam bem, que fique claro que não estou criticando ou censurando o ato das pessoas publicarem suas opiniões. Pois senão não faria o menor sentido escrever sobre censura ~dã~. O que estou querendo dizer é que muitas vezes (não generalizando, porque né…), essas mesmas pessoas que publicam suas verdades se ofendem com a verdade de um fulano ou de um ciclano. Sabe qual é a coisa mais triste? Ter que pensar mil vezes antes de escrever o que você realmente pensa sobre o que QUER QUE SEJA. Perceberam que só nesse parágrafo tentei me explicar mais de uma vez para não ser mal interpretada?

Não se pode mais dizer que prefere a cor azul, porque senão quem gosta de amarelo se ofende, mesmo que a cor amarela não tenha sido descartada por você. Aliás, quando foi que você disse que não gostava de amarelo, mesmo? Quando foi que pensar uma coisa exclui a possibilidade de se pensar outra? E aquela história de que cada um tem o seu gosto/sua opinião? Quando deixou de existir o diferente? Entendem onde quero chegar, afinal?

Eu não sei quando o mundo deixou de ser um lugar maneiro pra abrigar coisas tão sem graças e tão cheias de exagero, tão cheias de “mimimi”, mas fica aqui a minha triste opinião sobre o que é dar opinião.

Olá, Mundo!

Em 13.03.2015   Arquivado em Off topic

 

HEYYY

A espera foi longa, a ansiedade ENORME, o coração a mil, mas o tão esperado blog chegou, gente! Nem acredito! YAY.

Bom, para que não sabe ou não me conhece, eu sempre tive blogs e fotologs desde os meus… 14 anos (ai, tô velha :P). Porém, no entanto, todavia, eu sempre fui aquele tipo de pessoa que tinha vergonhinha de mostrar o que escrevia. Por esse motivo, todos os endereços que tive eram secretos, e eu acabava escrevendo só pra mim. Apenas amigos de confiança acabavam lendo o que eu produzia.

E toda vez era a mesma coisa: “Nats, por que você não libera esse blog? O mundo precisa ler você.” Só que aquela insegurançazinha nunca ia embora, e eu acabava deixando pra lá.

Pois os anos passaram e eu resolvi fazer jornalismo, uma faculdade que acabaria sendo difícil esconder as minhas produções. Acabei gostando daquela coisa de ser lida/ouvida, sabe? Até que não parecia de um todo ruim.

Depois, para minha surpresa, fui convidada para escrever crônicas no blog Cabelo, Cabelo Meu. Aí que a coisa decolou de vez. Meu gosto pela escrita e minha satisfação por ser lida aumentou ainda mais. Cresceu tanto que resolvi criar o meu próprio blog! Um espacinho para ser dividido com todo mundo que gosta de conhecer novos livros, filmes, séries, opiniões e textos que nos fazem pensar na vida.

EIS QUE AQUI NOS ENCONTRAMOS!

 

toviiivogeeente

Sei que não sou nenhuma pensadora contemporânea, nem uma personalidade hollywoodiana, mas acho que todos têm a chance e o direito de deixar a sua marquinha na Terra. E a minha marquinha será essa, mostrar como é o mundo visto através dos meus olhinhos!

E é claro, essa experiência só será válida com a grande ajuda de vocês! Sintam-se à vontade para colaborar, elogiar, criticar, indicar, comentar, curtir, interagir. Sejam super bem-vindos!

Página 2 de 212
Translate »